Mais de 500 pessoas assistiram à peça de teatro “O Leilão dos Loucos” preparada pelo Grupo de Jovens de Alvarelhos. 

O salão paroquial de Alvarelhos encheu para a estreia da peça de teatro que o Grupo de Jovens da freguesia preparou. Na noite de sábado, 22 de fevereiro, a plateia repleta assistiu a “O Leilão dos Loucos”, que arrancou gargalhadas e espalhou boa disposição.

A peça conta a história de uma senhora que quer vender a casa luxuosa que tem. Sem querer, publica no Facebook de modo público, permitindo que todos vejam a intenção de venda. Perante este acontecimento, são muitos os candidatos que aparecem para comprar o imóvel. Alguns farão tudo para o conseguir… até oferecer cabeças de gado. Uma das personagens que mais furor fez foi a empregada Isaura, uma mulher (retratada por um homem) mulata e com relevantes atributos, que além de não ter papas na língua, também tentará vender o imóvel da patroa sem consentimento. Os ingredientes reuniram-se e resultaram numa história recheada de momentos de humor.

“Não pensávamos que no dia da estreia já não teríamos bilhetes para vender. Temos 530 pessoas no salão, que está lotado, o que nos deixa muito felizes”, conta Sérgio Teixeira, presidente do Grupo de Jovens de Alvarelhos.

A preparar esta peça “há três meses”, o grupo conseguiu reunir “cerca de 40 pessoas”, de Alvarelhos, de Guidões e até da Maia, para participar. O cenário, um “pouco elaborado”, foi preparado a duas semanas da estreia, mas o trabalho “acabou por ser recompensado” pela elevada adesão do público.

“Fizemos este teatro para conviver com as pessoas e dar-lhes alguns momentos para se rirem e angariarmos alguns fundos para pagarmos as nossas atividades durante o ano, para também convivermos no grupo”, explicou.