Foi com casa cheia, que a ACRESCI – Associação Cultural Recreativa e Social de Cidai levou a cena o espetáculo musical “Rei Leão”, promovido pelo Grupo de Jovens de S. Martinho de Bougado, com o objetivo de “angariar fundos”.

“Deus quer, o jovem sonha, a obra nasce”. Parafraseando Fernando Pessoa, com uma pequena alteração, Nuno Duque, um dos responsáveis pelo Grupo de Jovens Paroquial de S. Martinho de Bougado, elogiou o trabalho desenvolvido pelos jovens na organização do espetáculo musical “O Rei Leão”, levado à cena neste sábado, dia 23 de fevereiro, pela ACRESCI – Associação Cultural Recreativa e Social de Cidai, no Salão polivalente da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários da Trofa.

De uma lotação de 450, o Grupo de Jovens vendeu 400 lugares, a cinco euros, o que é motivo de orgulho, tendo em conta que, na semana passada, a peça tinha estado em cena no Parque Nossa Senhora das Dores a “preço zero”. “Entendemos que o objetivo foi atingido. Parabéns aos jovens pela mobilização que conseguiram. Foi mais uma prova de que estes jovens, quando são desafiados, respondem sempre com um empenho, disponibilidade e entrega, absolutamente incomum nos dias de hoje”, denotou.

A apresentação desta peça, bem como a “venda de doces” e “recolha de cartão”, foram formas de “angariar fundos” para a peregrinação a Roma, mais concretamente ao Vaticano, entre os dias 3 e 6 de setembro, caso estejam reunidas “as condições necessárias e suficientes”.

Uma ideia que surgiu, por este ser o “Ano da Fé”, um ano “muito importante” para todos os cristãos, que devem aproveitá-lo para “repensar as suas vidas” e colocar “três questões”: “Como cheguei à fé? Como vivo a minha fé? Como transmito a minha fé?” O Grupo de Jovens, além de Roma, também peregrinou, no dia 16 de fevereiro, a Santiago de Compostela. “O objetivo é fortificar a nossa fé. É a fé que faz de nós cristãos. Não há cristãos sem missão. Missão implica ação”, acrescentou.

Nuno Duque afirmou que estes jovens têm respondido ao “epíteto de Geração Rasca” através do “trabalho” que vão desenvolvendo, como catequistas, membros do coro, leitores e acólitos, trazendo outros amigos para os grupos de jovens e desenvolvendo um “trabalho sócio-caritativo” com o projeto SOS Sós, através do “acompanhamento de idosos que vivem em solidão”.

O Grupo de Jovens de S. Martinho de Bougado vai estar presente na Feira Anual da Trofa, com um stand de venda de crepes, e, mais tarde, entre os dias 13 e 14 de abril, vai marcar presença nas Jornadas Vicariais da Fé.