quant
Fique ligado

Edição 412

Caminhada para apoiar “situações prementes” de Guidões

Publicado

em

Comissão Social de Freguesia de Guidões promove, a 10 de março, uma caminhada para angariar fundos para “resolver situações prementes”.

 A cadeira de rodas elétrica que deu uma nova vida a José Manuel Silva foi uma das grandes conquistas do grupo que, atualmente, compõe a Comissão Social de Freguesia (CSF) de Guidões. A dádiva foi feita em 2011 e conseguida através de fundos angariados por empresas e por pessoas que participaram numa caminhada pela freguesia. Desde aí, a CSF tem cumprido uma série de missões, sempre ligada ao Conselho Local de Ação Social da Trofa, rumo a acudir a dificuldades que se impõem no dia a dia das famílias carenciadas da freguesia.

A caminhada repetiu-se o ano passado e contribuiu para a conclusão das obras do Salão Paroquial de Guidões. Foi aí que três elementos da CSF anunciaram ao NT a próxima caminhada, marcada para 10 de março, com início junto à Igreja, pelas 9 horas. “O itinerário está traçado pela freguesia, tem cerca de cinco quilómetros e um grau de dificuldade média, para que todas as pessoas possam participar”, explicou Manuel Araújo.

Os interessados em participar só têm de desembolsar 2,5 euros, valor que reverterá para “resolver situações prementes” que estão sob a alçada da CSF.

Composta por “cerca de 12 elementos”, ligados aos diversos movimentos da freguesia, desde o futebol ao grupo de jovens, a CSF também mantém uma ligação estreita com a Conferência S. Vicente de Paulo, estrutura que “já passou por dificuldades” e foi apoiada por “ter um alargado conhecimento no terreno”.

Para além disso, a CSF, liderada por José Campos, tenta resolver “necessidades pontuais” das pessoas e serve de intermediário ao “encaminhar” diversos processos para as diferentes instituições, como serviços de ação social e Santa Casa da Misericórdia.

Segundo Manuel Araújo, “nota-se um agravamento das situações de carência” em Guidões e, por isso, a CSF apela à participação das pessoas: “Há muito trabalho que se vai fazendo e a nossa vontade é que venham mais pessoas para o grupo, porque uns precisam de sair e outros de entrar para que as coisas continuem e não fiquem paradas. Porque hoje mais do que nunca, aqui em Guidões, precisamos de pessoas à frente destas associações”.

Publicidade

Outros dos obstáculos que esta estrutura social atravessa são os pedidos de ajuda que não condizem com as necessidades, o que obriga a um estudo pormenorizado da situação da família. “Um dos problemas é que, por vezes, as pessoas vêm pedir ajuda e depois no dia a dia vemos que as suas opções e prioridades estão muito longe das necessidades e isso deixa-nos um bocado desmotivados”, afirmou Nuno Félix, elemento da CSF. José Campos complementa, afirmando que sente que, “às vezes, as pessoas, não dão valor ao trabalho feito pela Comissão”.

Apesar das barreiras, o grupo continua empenhado em apoiar a comunidade guidoense e prova disso é a organização da caminhada. Em breve, também para aceder ao pedido de muitos populares, a CSF vai preparar um passeio a Fátima.

Continuar a ler...
Publicidade
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

Edição 412

Universidade Júnior – Santo Tirso assina protocolo com Universidade do Porto

Publicado

em

Por

 

A Câmara Municipal de Santo Tirso e a Universidade do Porto voltam a “cooperar na construção dos percursos académicos dos jovens do concelho”. Inscrições para a Universidade Júnior abrem no dia 14 de março.

 No âmbito da Universidade Júnior, a Câmara Municipal de Santo Tirso (CMST) e a Universidade do Porto (UP) acabam de renovar a sua parceria, formalizando um protocolo de colaboração tendo em vista a participação de estudantes do ensino básico e secundário do concelho nos Cursos de Verão que a universidade leva a efeito este ano.

Com o objetivo de “manter uma posição de liderança na produção científica de origem portuguesa”, a UP tem tentado encontrar espaços de cooperação com as escolas básicas e secundárias e com os responsáveis autárquicos, para “motivar os jovens para a área das ciências e das humanidades”.

Por sua vez, a Câmara Municipal, “consciente do importante papel que pode desempenhar no que respeita à formação qualificada dos jovens do seu município”, tem vindo a implementar medidas que, por um lado, “auxiliam os jovens alunos a escolher e a construir os seus percursos académicos” e, por outro lado, “ajudam a reduzir o abandono escolar”.

Nesse sentido, as duas entidades assinaram um protocolo de colaboração pelo qual a UP se compromete, na medida da capacidade disponível, a aceitar estudantes do concelho de Santo Tirso, que sejam selecionados pelas escolas e apoiados pela Câmara Municipal. A UP compromete-se ainda a divulgar no sítio da internet (http://universidadejunior.up.pt), bem como na documentação em papel, os apoios garantidos nos termos deste protocolo.

Já a autarquia tirsense compromete-se a “apoiar os jovens na divulgação do programa nos estabelecimentos de ensino e a garantir-lhes o transporte gratuito entre a zona de residência e as Faculdades da Universidade do Porto onde decorrem as atividades”.

Os alunos interessados em participar na Universidade Júnior 2013 têm de formalizar a respetiva inscrição individual, através do sítio da UP. As inscrições para o “maior programa nacional de aproximação da Escola à Universidade” abrem no próximo dia 14 de março.

Publicidade
Continuar a ler...

Edição 412

ASAS convida-o para Jantar Dar ASAS À Vida

Publicado

em

Por

Foto arquivo

Foto arquivo

Reunir toda a família da ASAS em torno de uma causa – a proteção da criança em perigo – é o principal objetivo da ASAS – Associação de Solidariedade de Acção Social de Santo Tirso ao organizar um jantar de “angariação de fundos”.

Este ano, o jantar, que decorre a partir das 20 horas do dia 19 de abril, realiza-se na Nave Cultural da Fábrica de Fiação e Tecidos de Santo Thyrso. “A sua participação constituirá uma preciosa ajuda, que possibilitará que a ASAS possa continuar a voar, no garante da sua missão de (re)construção de vidas. Para que todos juntos consigamos dar asas à vida”, avançou fonte da organização.

Os interessados podem reservar lugar até ao dia 5 de abril, através do número de telefone 252 830 832 e do email asas@asassts.com. O preço por pessoa é de 30 euros, sendo que metade desse valor reverte para a associação. As crianças entre os cinco e os 12 anos só pagam 15 euros e as crianças até aos quatro anos não pagam.  

 

Continuar a ler...

Edição Papel

Comer sem sair de casa?

Facebook

Farmácia de serviço

 

arquivo

Neste dia foi notícia...

Ver mais...

Covid-19

Pode ler também

} a || (a = document.getElementsByTagName("head")[0] || document.getElementsByTagName("body")[0]); a.parentNode.insertBefore(c, a); })(document, window);