carrinharoubada
Uma carrinha de tabaco foi roubada, esta sexta-feira, por seis indivíduos encapuzados e armados, quando estava a abastecer uma máquina de um café em Mosteirô, na Trofa.

Os funcionários da empresa de tabaco foram confrontados pelos indivíduos que os obrigaram a entregar a chave da carrinha, colocando-se em fuga com o veículo e mais dois automóveis que utilizaram para se deslocar.
Alertada pelo proprietário do café, a GNR conseguiu interceptar a carrinha minutos depois, a poucos quilómetros do café, já abandonada pelos assaltantes e junto a um Fiat Uno utilizado para o assalto.
O NT/TrofaTv ouviu o proprietário do café, Luciano Silva, que explicou que os assaltantes “não eram uns bandidos quaisquer” e que “apenas queriam roubar a carrinha”, pelo que não atentaram contra as cerca de 15 pessoas que estavam no interior do café.
O proprietário criticou a GNR, afirmando que “chegou a tarde e a más horas” e que as pessoas “estão muito mal servidas no que toca à segurança”.
Por seu lado Manuel Tavares, proprietário da carrinha, referiu que a só prontidão da GNR conseguiu evitar que os assaltantes levassem mais do que parte do tabaco e algum dinheiro.
Para o proprietário o comércio do tabaco é uma actividade “cada vez mais perigosa” e que a solução deste problema de falta de segurança resolvia-se, em parte, “com maior patrulhamento nas ruas”.

Reportagem alargada na próxima edição do NT, quinta-feira.