Júlio Torcato, estilista trofense, assinalou os 20 anos de carreira com uma exposição na Casa da Cultura da Trofa, em Santiago de Bougado, na passada sexta-feira, onde expôs algumas das obras mais importantes do seu percurso.

   Para a inspiração vale tudo. Um sem-abrigo na rua, acontecimentos históricos que marcaram o mundo, preconceitos, inovação, futuro… esta caracterização de entusiasmo criador marca uma tendência, uma identidade e, acima de tudo, uma carreira. Foi graças a ela que Júlio Torcato conseguiu vingar no mundo da moda como estilista. Este designer de moda trofense assinalou os 20 anos de carreira com uma exposição na Casa da Cultura da Trofa, em Santiago de Bougado, na passada sexta-feira, onde expôs algumas das obras mais importantes do seu percurso.

A sala do rés-do-chão conta com as principais impressões da comunicação social à cerca do estilista, enquanto que no primeiro andar, a sala está preenchida com obras e fotografias associadas a desfiles e trabalhos importantes que marcam a carreira de Júlio Torcato.

Em declarações ao NT, Júlio Torcato referiu que esta exposição "compila coisas que estavam dispersas para tentar fazer uma amostra, algumas das coisas mais importantes destes 20 anos".

O salto para este ramo surgiu "por acaso". Em 1989 teve que abandonar a profissão de bancário para abraçar a tempo inteiro o mundo da moda, graças ao primeiro prémio alcançado no concurso mais importante de Portugal para jovens estilistas. A partir daí nunca mais parou. Foi obrigado a mudar de vida: "logo de seguida ganhei o Prémio Meridien, fui convidado para ir para Paris e também aceitei propostas para trabalhar com a indústria.

Dos pontos mais marcantes da sua carreira, o designer destacou aquele que permitiu a viragem da sua vida, o Prémio Portex, um desfile em Istambul, a convite de instituições turcas e o desfile em Paris.

Para além das inúmeras participações em feiras e desfiles, Júlio Torcato é nome habitual do Portugal Fashion, desfile do qual faz parte desde 1996. Na Trofa participou no sétimo aniversário da AEBA (Associação Empresarial do Baixo Ave) e no evento de solidariedade "Uma noite pela vida", desfiles com a colecção "Júlio Torcato".

Neste momento é professor da disciplina "Tecnologia do Vestuário II" do Curso de Mestrado em Desing de Moda, na Universidade da Beira Interior, desenha uma linha de material escolar com assinatura "Júlio Torcato" a convite da Stapples Office Center e desenha o guarda-roupa e imagem da equipa do Futebol Clube do Porto. É também responsável pela imagem da banda musical portuguesa Fingertips, que também marcou presença na exposição na Casa da Cultura.

Com um estilo irreverente Júlio Torcato destaca-se por desfiles que marcam pela diferença. No Portugal Fashion apresentou a sua colecção com uma actuação ao vivo dos Fingertips, promoveu um desfile inspirado nos sem-abrigo e quebrou com a crença do "ideal de beleza pertencer a altos, magros e bonitos" e fez um desfile denominado "Ordinary People" (Pessoas Comuns).

Júlio Torcato prepara agora a próxima colecção para a apresentar na próxima edição do Portugal Fashion que se realizará no final de Setembro.

Esta exposição estará patente na Casa da Cultura até dia 28 de Junho.