A capital Checa foi palco de um festival Europeu de Folclore no qual participou o Grupo de Danças e Cantares de Santiago de Bougado e que teve lugar de 26 a 29 Julho. A comitiva Portuguesa já regressou à Trofa

Mais de 2500 quilómetros separavam o Grupo de Danças e Cantares de Santiago de Bougado da capital da Republica Checa, Praga. A viagem de autocarro era uma etapa complicada mas nem por isso este grupo de folclore do concelho da Trofa declinou o convite.

Ao início da tarde do passado dia 24 de Julho, era colocado em marcha o autocarro que permitiria fazer esta longa viagem doa  elementos que compunham a comitiva, ansiosos por conhecerem a beleza e os encantos de Praga e presentearem os cidadãos checos e os milhares e milhares de turistas, que diariamente a visitam, com a simpatia dos seus gestos, com a beleza dos seus trajos e alegria contagiante das suas danças e cantares.

Contrariamente ao que estava previsto, chegaram a Praga ao raiar do dia 26 de Julho. Logo aí se deslumbraram com a beleza da cidade e puderam apreciar a vida e organização da urbe.

Instalados nos respectivos hotéis, os grupos folclóricos tiveram a tarde desse dia para fazerem uma visita à cidade. A ideia, pré-concebida, de uma cidade fria e hermética rapidamente se desvaneceu quando se lhes deparou, perante os olhos, a luz dos neon's e os reclamos das variadas marcas de inúmeras multinacionais.

Na manhã do dia 27, Sexta-Feira, iniciava-se a participação do Grupo de Danças e Cantares de Santiago de Bougado no Folclorik Prague Days. Em palco instalado junto a um dos mais reputados Centros comerciais de Praga, ao som dos primeiros acordes de "Malhão Marcado", o Danças e Cantares arrancava a primeira e retumbante salva de palmas. E foi em crescendo, de ritmo e de entusiasmo, que se desenrolou esta primeira actuação.

Na parte da tarde, junto à Praça de S. Nicolau, agora já com a participação de todos os convidados, houve nova actuação perante uma praça repleta de checos e de turistas, estes oriundos dos mais diversos recantos do mundo.

No entanto, o ponto alto deste encontro, foi, sem sombra de dúvida, o cortejo que decorreu na tarde de Sábado, pelas ruas de Praga e que, pelo colorido e alegria, fez assumir a essas artérias milhares e milhares de pessoas. Para encerrar este grande evento, a organização presenteou os grupos convidados com um jantar convívio. Foi um momento inesquecível, e em que, apesar da barreira linguística, ficou demonstrado que o folclore é uma expressão universal que une os povos em ambiente de alegria e de paz.

Ao NT os responsáveis do Grupo consideraram esta experiencia "muito positiva" e não esqueceram os agradecimentos aos que "de uma forma ou de outra colaboraram para tornar possível esta viagem ".

Os agradecimentos foram para a " Câmara Municipal da Trofa, em particular ao Pelouro da Cultura, na pessoa do vereador, António Pontes, pelo zelo e empenho colocados na organização e logística da viagem. O mesmo voto é extensivo à Junta de Freguesia de Santiago de Bougado, na pessoa do seu presidente, pelo apoio e incentivo manifestado na participação em evento de reputação mundial".

O Grupo de Danças e Cantares não esqueceu "os órgãos de comunicação social do nosso concelho, pelo zelo patenteados, tanto na cobertura da viagem como a participação no evento propriamente dito. Esta palavra de estima e apreço é extensível aos motoristas da Arriva, que revelaram um elevado grau de profissionalismo, com o cuidado demonstrado na preparação da viagem. A todos os elementos que integraram a dita comitiva e que, pela a atitude e comportamentos adoptados, permitiram que a organização elegesse o Danças e Cantares como o mais bem organizado e metódico, não só pelo rigor evidenciado como pela simpatia irradiada.

Por último, a todos os Bougadenses que, através de inúmeras formas de apreço e de incentivo, permitiram inscrever, a letras de ouro, um dos mais belos momentos da história do Grupo de Danças e Cantares em participações etno – folclóricas".

Uma palavra de gratidão, de amizade e admiração foi ainda deixada "a duas simpatiquíssimas cidadãs checas, a Lúcia e a Katerina, que foram inexcedíveis no acompanhamento durante a estadia em Praga e a Tânia Sochorova, pela coragem e empenho para levar por diante a realização deste Festival", concluíram".