cantares-ciclo-natalicio 

Já diz o ditado que “quem canta seus males espanta”. Assim, no sábado, o Rancho das Lavradeiras da Trofa juntou os melhores cantares ao Menino Jesus naquele que foi considerado “o melhor encontro” das últimas 13 edições.

“Foi um dos melhores encontros que levamos a cabo”, confirmou Luís Elias, presidente do Rancho. Para além da “quantidade de público”, o responsável destacou ainda a “qualidade dos grupos” presentes que fizeram deste “o melhor” Encontro de Cantares do Ciclo Natalício, intitulado “Cantares ao Menino 2010”.

O evento que começou com um jantar oferecido pelo grupo, no Salão dos Bombeiros Voluntários da Trofa, continuou na Igreja Matriz de S. Martinho de Bougado com a actuação do Grupo Etnográfico de Lorvão de Penacova, o Grupo Típico de Ançã, Cantanhede, o Rancho Regional de Fânzeres, Gondomar, o Núcleo de Etnografia e Folclore da Universidade do Porto e do anfitrião, Rancho das Lavradeiras da Trofa.

A Igreja encheu para escutar os cantares onde estiveram ainda presentes José Sá, presidente da Junta de Freguesia de S. Martinho de Bougado, Luciano Lagoa, pároco da freguesia e da parte do Rancho Folclórico da Trofa marcou presença Alcino Paixão.

Joana Lima, presidente da autarquia, também esteve presente e mostrou-se satisfeita com a organização do evento. “É para mim uma honra ter um evento desta natureza no nosso concelho, nomeadamente na Igreja Matriz de S. Martinho de Bougado, organizado desta forma com muita alegria, muito folclore, muito público, com esta recolha das nossas tradições”, adiantou em entrevista ao NT. E para que este tipo de iniciativas continue a realizar-se, a autarca garantiu: “A Câmara Municipal irá fazer todos os esforços para continuar a apoiar da mesma forma, ou melhor, os ranchos e todas as associações, instituições e colectividades do concelho”.

A representar a Federação de Folclore do Porto esteve o Padre Manuel Jesus que, em nome da Federação, agradeceu a organização destes eventos e o apoio de todas as entidades. “Parabéns ao presidente do grupo da Trofa, porque quando fazemos o melhor que sabemos já fazemos muita coisa. Os grupos de folclore convidados são grupos que já sabem muita coisa, e como vemos não é tempo perdido estar aqui esta noite a cantar ao Menino”, acrescentou.

No ano do 49º aniversário do Rancho das Lavradeiras da Trofa, Luís Elias adiantou ao NT que estão já marcados na agenda do grupo dois festivais. O primeiro estará integrado na realização da Feira Anual da Trofa, no dia 6 de Março, e contará com a participação do Rancho Paroquial de Guifões, de Matosinhos, do Rancho Folclórico de Canelas, Vila Nova de Gaia e do Rancho Folclórico da Mugideira, de Torres Vedras, para além do anfitrião.

A 12 de Junho decorre o Festival “Lavradeiras 2010” a realizar-se no Parque Nossa Senhora das Dores ou no Parque Dr. Lima Carneiro, onde estarão presentes o Rancho de Montemor-o-Novo, o Grupo de Danças e Cantares Besclor, de Lisboa, o Rancho Folclórico As Cerejeiras de Fetais, de Sobral de Monte Abraço e o Rancho Folclórico da Casa do Povo de Souselo.