Os coros dos Meninos Cantores do Município da Trofa e Vox Vocis cantaram, no passado sábado, “por uma boa causa”: ajudar a APPACDM da Trofa. O concerto de angariação de fundos foi ideia dos membros trofenses do Leo Clube.

 “Sinto-me muito sensibilizada e até de certo modo comovida porque quando se lembram de nós ficamos sempre muito reconhecidos”, afirmou Conceição Leitão, responsável pela APPACDM – Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental da Trofa, no final do concerto de angariação de fundos para a instituição organizado pelo Leo Clube.

O concerto contou com a participação dos Meninos Cantores do Município da Trofa e o grupo Vox Vocis.

“É pena que mais coisas do género não se façam nesta terra até porque o espectáculo foi de grande qualidade. Tenho que louvar o Leo Clube por esta iniciativa, porque como diziam numa canção a amizade nunca acaba, e a amizade realmente nunca acabará, enquanto no coração de cada um houver vontade de ser solidário”, explicou Conceição Leitão, que recordou as dificuldades de muitas famílias e jovens, “neste momento de crise” para continuar a proporcionar “qualidade de vida e algum apoio aos jovens”.

Esta amizade entre o Leo Clube e a APPACDM já existe há algum tempo, segundo Susana Martins, presidente do Leo Clube da Trofa.

“Tínhamos pensado neste concerto já há algum tempo, primeiro porque a APPACDM é uma instituição para com a qual temos algum carinho, e também eles têm carinho para com o Leo Clube da Trofa. Cederam-nos as instalações para organizarmos as jornadas lionísticas, onde estiveram membros de clubes de vários pontos do país. Agora achamos que era a nossa vez de lhes dar algo em troca e também reconhecer o trabalho que eles têm feito com os jovens, é uma instituição que merece o nosso apoio e por isso decidimos organizar o concerto”, adiantou.

E para organizar o concerto contaram com a ajuda dos dois coros dos quais Ana Cruz faz parte. Membro do Coro dos Meninos Cantores do Município da Trofa e do Vox Vocis, Ana lembrou que este “foi o primeiro concerto solidário” no qual os dois grupos participaram. “É sempre bom podermos dar uma coisa que gostamos muito de fazer, para ajudar uma boa causa. Ainda bem, que as pessoas aderiram e vieram, porque o público é uma parte importante do espectáculo”, referiu.

Em tempos de crise, os trofenses foram solidários e encheram o espaço cedido pela Casa do Futebol Clube do Porto da Trofa.

Este foi o primeiro concerto solidário organizado pelo Leo Clube da Trofa, mas, segundo a responsável, “não será o último”.