Pelo terceiro ano consecutivo, o Grupo Coral de Adultos de S. Martinho de Bougado cantou as janeiras pela localidade.

“Ora venham ver e abrir a porta // Ora venham ver que a noite está fria e queremos entrar! Ora venham ver o grupo coral desta linda terra que um bom ano vem desejar!” Foi assim que o Grupo Coral de Adultos de S. Martinho de Bougado se apresentou às pessoas, que participaram nas eucaristias de sábado e domingo, dias 11 e 12 de janeiro, com algumas músicas do seu reportório alusivo às janeiras.

Como já vem sendo tradição, este é o terceiro ano que o Grupo Coral tem cantado as boas festas pela paróquia, tendo começado no Dia de Natal. Luciano Lagoa, pároco de S. Martinho de Bougado, fez um balanço “muito positivo” desta iniciativa, que tem como objetivo “angariar alguns fundos para as obras da Igreja Nova”. Uma atividade que tem sido possível graças ao Grupo Coral, que “acedeu ao convite” e correspondeu com “prontidão”, sendo “excecional na colaboração que deu”.

O Grupo fez “cerca de cem visitas”, tendo angariado “à volta de 11 mil euros”, o que é um valor “muitíssimo interessante” em tempos de crise, sublinhou o pároco. Para além do “aspeto financeiro”, Luciano Lagoa salientou o “convívio e a comunhão que se gera entre as pessoas”, assim como “a alegria que se transmite”. “Um convívio muito salutar que se gera entre o grupo e há uma correspondência muito grande das pessoas que recebem. Fomos muito bem recebidos por todos os que nos acederam receber e quero agradecer por isso e pelas ofertas”, acrescentou.

O pároco referiu que esta é “uma iniciativa bem conseguida”, graças à “ajuda dos membros do grupo coral e do senhor padre Bruno (Ferreira, vigário paroquial de S. Martinho de Bougado), que fez as músicas e ensaiou”, conseguindo-se criar “um bom ambiente e de festa com o grupo e as pessoas”.

Luciano Lagoa deixou “um agradecimento” ao Grupo Coral de Adultos, que “tem tido a tarefa de levar as boas festas a casa das pessoas, e ao padre Bruno, pois sem ele não seria possível”.