poesiacafe

Um café e um poema” está de volta, na noite de  7 de dezembro, no Café da Serra, no Muro. Entretanto, a iniciativa foi reconhecida como “um bom exemplo de boas práticas municipais” pela Comissão de Coordenação da Rede Territorial Portuguesa das Cidades Educadora.

O projeto cultural “Hoje vou ao café ouvir poesia” foi reconhecido, recentemente, como “um bom exemplo de boas práticas municipais” pela Comissão de Coordenação da Rede Territorial Portuguesa das Cidades Educadoras. Com o principal objetivo de “diversificar o mais possível a exposição para que a divulgação de experiências possa cumprir, igualmente, objetivos pedagógicos”, a Comissão de Coordenação da Rede Territorial selecionou o projeto da Trofa para dar a conhecer, em todo o País, esta ação que descentraliza a atividade da autarquia e que permite levar eventos a cada uma das oito freguesias, fidelizando públicos e criando hábitos culturais.

Na Trofa, as atividades continuam. “Nesta nova jornada de poesia a Câmara Municipal da Trofa convida todos os trofenses a marcarem presença nesta edição e deliciarem-se com as declamações de poemas de José Saramago, Teixeira de Pascoaes e Mário Cesariny, bem como de outros poetas que os presentes queiram declamar”. Desta vez, se quiser ouvir poesia enquanto saboreia um bom café, dirija-se Café da Serra, na freguesia do Muro, na sexta-feira, 7 de dezembro, a partir das 21.30 horas.

Associar um momento de lazer com a exortação da cultura é o objetivo desta atividade desenvolvida pela divisão de Cultura da Câmara Municipal.

{fcomment}