Dóceis, amistosos e muito peludos. Estes são três dos adjetivos que caraterizam os exemplares do Burro de Miranda que sábado e domingo estiveram em S. Mamede do Coronado, na Trofa, para serem as estrelas da “Zurra – Festa do Burro”.
 

Numa organização conjunta entre APVC– Associação para a Proteção do Vale do Coronado e a AEPGA– Associação para o Estudo e Proteção do Gado Asinino foi possível trazer “o Cinza e o Russo”, dois exemplares já com alguma idade, para serem apresentados e admirados pelos visitantes, ficando assim a “valorizar este animal que sempre ajudou o homem e que tem muita docilidade e paciência. Com esta iniciativa as pessoas ficaram a conhecer melhor os cuidados a ter com esta espécie, em vias de extinção assim como saber como adquirir animais desta raça, adiantou Joana Braga, presidente da AEPGA.

Durante os dias 14 e 15 de junho decorreu a apresentação de diversos projetos e atividades pensadas para todas as idades como a Aula do Burro, que pretende proporcionar a aproximação e o conhecimento da raça asinina de Miranda, através da realização de atividades lúdico-didáticas. O principal objetivo destas atividades não é mais do que dar a conhecer a raça asinina de Miranda –Burro de Miranda, o seu ciclo de vida, cuidados, características e usos, assim como promover e divulgar os valores culturais e naturais do Planalto Mirandês.
“Esta foi uma aula singular, pois não é todos os dias que podemos aprender mais sobre o ciclo de vida do Burro de Miranda”adiantou Joana Braga.
Decorreram ainda sessões de cinema ao ar livre, exposição de fotografia, oficina de orelhas de Burro, jogos populares entre muitas outras atividades.

Atualmente, a APVC tem uma parceria com a AEPGA, resultando assim no acolhimento de burros transmontanos em pleno Vale do Coronado. André Tomé, presidente da APVC, fez um balanço muito positivo dos dois dias de certame “considerando-o como a festa das famílias e das crianças já que estes Burros são raros e tiveram a oportunidade de fazer o passeio do Burro, contando com a presença de onze animais. O presidente adianta que vai repetir esta atividade pois as pessoas aderiram e esta parceria com a AEPGA tem o objetivo de divulgar e proteger esta raça”. O responsável agradeceu a todos quantos ajudaram a realizar e divulgar esta iniciativa outras que temos vindo a levar a cabo”, concluiu. Durante a tarde de domingo o pároco Rui Alves benzeu os animais.