brigada-famalicao-verde-

O pelouro do Ambiente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão vai criar uma brigada de limpeza, denominada “Famalicão Verde”, destinada a recolher resíduos que sejam depositados ilegalmente em zonas mais ou menos escondidas do território concelhio, designadamente nas bermas das estradas que atravessam áreas florestais.

A iniciativa foi revelada pelo presidente da autarquia, Armindo Costa, à margem da iniciativa de educação ambiental “Operação Famalicão Verde”, que serviu para assinalar o Dia Mundial do Ambiente, envolvendo alunos das escolas dos 1.º e 2.º ciclos do Ensino Básico, que limparam espaços nas imediações dos estabelecimentos de ensino previamente escolhidos pelos professores.

A iniciativa, que foi coordenada pelo Centro de Estudos e Actividades Ambientais do município, foi, no entanto, prejudicada pelo mau tempo. No entanto, as crianças não deixaram de meter mãos à obra e, equipadas com luvas e sacos de lixo fornecidos pela autarquia, responderam de uma forma positiva ao desafio proposto, limpando diversos espaços.

Armindo Costa, que acompanhou a acção ambiental em diversas escolas do concelho, incentivou os mais novos para a preservação do ambiente. Na nascente do rio Pelhe, na freguesia da Portela, os alunos do curso de Educação e Formação de Jardinagem e Espaços Verdes da Escola Básica Integrada de Pedome recolheram, entre outros detritos, papéis, plásticos e garrafas.

“Lamentavelmente, as pessoas ainda preferem lançar o lixo para o chão em vez de o colocar nos recipientes”, observou o professor Alvarino Sampaio, da Escola de Pedome, louvando a iniciativa da Câmara Municipal de Famalicão, na sensibilização ambiental dos mais novos.

Armindo Costa passou ainda pelas freguesias de Castelões e Ruivães, onde as crianças optaram por limpar as áreas envolventes aos estabelecimentos de ensino. Para o autarca, “esta é uma iniciativa de grande importância na política de sensibilização e educação dos mais novos para a preservação do meio ambiente, incentivando-os a adoptar comportamentos amigos da natureza”. E acrescentou: “o ambiente é uma responsabilidade para todas as idades”, no entanto, “compete aos mais velhos sensibilizar as crianças para a importância do meio ambiente”.

Justificando a criação da brigada ambiental “Famalicão Verde”, Armindo Costa lembrou que o concelho de Vila Nova de Famalicão é um caso raro no País em termos de soluções para os resíduos, possuindo ecocentros, uma estação de tratamento de resíduos sólidos domésticos e um centro de valorização de resíduos industriais não perigosos. “Temos as infra-estruturas necessárias para podermos considerar Famalicão como um concelho amigo do ambiente.

Porém, ainda subsistem alguns casos em que as pessoas adoptam comportamentos inadequados, desfazendo-se dos seus resíduos na via pública. Infelizmente, não é um problema exclusivo de Famalicão”, adiantou o autarca, procurando, com a nova brigada ambiental “combater esse problema”, sem deixar de continuar a apostar em iniciativas de sensibilização ambiental.