Branco Rodrigues, director do Cenfim, foi homenageado pela primeira vez na vida. A responsável pela homenagem foi a empresa Frezite.

Fernando Branco da Fonseca Rodrigues dedica o seu trabalho ao projecto Cenfim há mais de duas décadas. Na noite de sexta-feira, recebeu um presente de Natal antecipado: após 22 anos como director do núcleo desta escola na Trofa foi homenageado pela empresa Frezite, que acolhe muitos formandos que completam a sua formação neste estabelecimento.

“Esta homenagem, obviamente, não é só para mim, porque diz respeito a todos os colaboradores que, no Cenfim da Trofa, têm contribuído para valorizar os recursos humanos na região e no concelho”, declarou Branco Rodrigues. Mesmo assim, o director do Cenfim sente o valor do gesto: “Não vou dizer que esta homenagem não é merecida, pois se a empresa a faz é porque reconhece que o é”. Momentos antes de receber uma salva de prata e um livro, Branco Rodrigues confessou sentir-se “bem e normal”.

O jantar de Natal da Frezite, na Quinta d’Alegria em Ribeirão, foi o momento escolhido para a homenagem. O presidente do Grupo Frezite, José Manuel Fernandes, frisou que Branco Rodrigues é “um homem que marcou a presença do Cenfim nesta região e na economia pelo facto de liderar a escola”.

“A Frezite, sendo uma das maiores absorvedoras dos recursos humanos qualificados pelo Cenfim, sentiu-se na obrigação moral de lhe prestar esta homenagem”, explicou. José Manuel Fernandes fez questão de enaltecer as qualidades do homenageado da noite: “O engenheiro Branco Rodrigues é um homem com a vocação de mestre, que é algo que se está a perder, ou seja, engloba a paciência, o perfil de paternidade, do conselheiro e amigo e, ao mesmo tempo, do professor. Dá-nos a imagem de um bom coordenador. Foi um lutador por verbas que permitissem ao Cenfim responder aos anseios das empresas, pelo que o consideramos um homem bom e que fez muito pela região”.

Para o futuro fica o serviço prestado, e que foi reconhecido pela empresa trofense. “O trabalho feito vai prolongar-se e vai ser cada vez melhor, graças às pessoas que ficam. O futuro vai ser, sobretudo, aquilo que as empresas queiram que o Cenfim faça e seja”, sublinhou o director da escola.

O vice-presidente da Câmara Municipal da Trofa, José Magalhães Moreira reconheceu o trabalho desenvolvido por Branco Rodrigues à frente do Cenfim: “Do ponto de vista da autarquia, estamos perante dois momentos importantes: o primeiro é o jantar de Natal de um grupo empresarial que tem dignificado a Trofa e o país e o segundo é a homenagem ao director do Cenfim, que está a completar 25 anos de existência”. “Muitas empresas referenciam esta escola como um centro de formação excepcional e isso deve-se a um homem que adoptou a Trofa como segunda terra e que merece sem qualquer dúvida esta homenagem”, acrescentou. O vice-presidente afirmou ainda que “indústrias como a Frezite, que produzem bens transaccionáveis, são essenciais no combate ao défice”.