Vestiram a camisola, calçaram as sapatilhas e estão nos oitavos de final

Equipa de futebol dos Bombeiros Voluntários da Trofa está nos oitavos de final do torneio organizado pelo Comando Distrital de Operações e Socorro

Não são Bombeiros nem jogadores de futebol profissionais mas não despem a camisola nem atiram a toalha ao chão…

São alguns os homens que vestem a camisola do corpo dos Bombeiros Voluntários da Trofa e que nos intervalos dos fogos, das operações de socorro e emergência ainda arranjam tempo para defender o nome da sua corporação num torneio de futebol. Organizado pelo Comando distrital de operações e socorro e com o aval do Cordenador distrital correm atras da boa como se de um fogo se tratasse…. Estes homens são melhores bombeiros que jogadores garante o treinador Miguel Correia “somos melhores bombeiros que jogadores, fazemos esta competição para conviver com outros colegas de outras corporações e se pudermos ganhar tanto melhor”, brincou.

A disputar a primeira mão dos oitavos de final da prova, os bombeiros da Trofa até nem se sairam mal pois venceram o encontro por 5-4 frente a uma das equipas que no ano passado foi à final.

“A equipa do Felgueiras é muito forte e nós vencemos este jogo apenas pela margem mínima mas está tudo em aberto para o próximo encontro”, adiantou, garantindo ainda que “podemos ganhar a eliminatória pois estamos à frente e a nossa equipa está moralizada”.

E porque primeiro está a obrigação e depois a diversão, estes homens já tiveram de deixar para segundo plano os treinos e os jogos para se dedicarem à ajuda ao próximo. “Quando os treinos e os jogos coincidem com a actividade dos bombeiros alterá-mo-los pois primeiro está a nossa obrigação”, adiantou Daniel Azevedo, adjunto do comando.

E porque quando a sirene toca os soldados da paz têm de entrar em acção…espera-se que até ao próximo fim-de-semana o único toque a soar seja o do apito do árbitro na segunda mao dos oitavos de final do torneio inter-distrital de Bombeiros….