Select Page

Banda de Música gravou CD

Banda de Música gravou CD

Estará disponível em meados de julho o CD que a Banda de Música da Trofa gravou no auditório do Fórum Trofa XXI, em abril.

Brevemente, quem quiser ouvir a Banda de Música da Trofa não precisará de esperar por um concerto. Recentemente, a banda gravou um CD, no Fórum Trofa XXI, com o portefólio filarmónico.
“Pela primeira vez na história da Banda gravou-se um registo áudio em CD. É um trabalho feito para os sócios e apreciadores, que contextualiza um portefólio filarmónico, com uma abertura, uma marcha, uma marcha de rua, um pasodoble, uma fantasia, etc”, explicou o maestro Luís Campos, que reconheceu que a gravação é “incomum nos dias de hoje”, mas decidiu “voltar às origens das bandas filarmónicas”, para presentear os amantes da música.
Apesar de não ser o local ideal para a gravação, o Fórum Trofa XXI surpreendeu o maestro. “Na Trofa não temos um espaço para este tipo de trabalhos, mas o auditório foi um dos melhores que eu tive para gravar. Considero mesmo que, para este efeito, é melhor que a Casa da Música, no Porto”, sustentou.
Na gravação participaram 72 elementos, dois dos quais exteriores à Banda da Trofa, que não tem clarinete baixo e saxofone barítono, que são instrumentos “extremamente dispendiosos”, explicou Luís Campos.
O CD estará disponível para venda “em meados de julho”, indicou o maestro. Os interessados em adquiri-lo podem procurar mais informação no novo site da associação, em www.bmtrofa.com, ou nas redes sociais.

Maestro Luís Campos é o novo presidente da Banda
Luís Campos é o novo presidente da Associação Musical e Cultural da Trofa. O também maestro da Banda de Música sucede a Luís Lima, depois da assembleia geral ordinária de 24 de abril, na qual a única lista apresentada foi eleita por unanimidade dos sócios presentes.
A acompanhá-lo na direção Luís Campos tem Franklim Lopes (vice-presidente), Pedro Silva (tesoureiro), Cândida Oliveira (1.º secretária) e Pedro Gomes (2.º secretário).
A assembleia geral é presidida por Diamantino Silva, enquanto o conselho fiscal tem como presidente José Campos.
A assembleia presente “agradeceu o trabalho e dedicação realizado ao longo dos últimos dez anos” aos presidentes cessantes da assembleia geral, Manuel Pontes, e da direção, Luís Lima.
No último ponto, e como uma das últimas funções, Luís Lima propôs à assembleia e com aprovação por unanimidade a atribuição do título de presidente benemérito da Associação Musical e Cultural da Trofa ao sócio José Serra, “pelo trabalho desenvolvido em tempos anteriores e por todos os recursos que deu à banda e continua a ceder nos dias de hoje”. Seguidamente, a assembleia decidiu, também por unanimidade, atribuir ao presidente cessante o mesmo título, “pelo excelente trabalho, gestão desenvolvida durante estes anos, grande capacidade de liderança, paixão e amor por esta instituição”.

Videos

Loading...

Siga-nos

1ª página da edição papel

Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma experiência mais personalizada. Ao navegar está a permitir a sua utilização