Foi com a melodia dos Parabéns que a Banda de Música da Trofa começou o concerto de sábado, no Pavilhão da Escola EB 2,3 de S. Romão do Coronado. Para comemorar os 10 anos de independência do concelho a banda apresentou um programa festivo.

A terminar a época de concertos 2008 a Banda de Música da Trofa começou o concerto com a melodia dos Parabéns e seguiu com Encantus Sabrosis, Cavalaria Ligeira, Lenda do Beijo, Arco-íris, Suite Alentejana, Portugal a Cantar, pela Lei e pela Grei e o Hino da Banda.

Delbarque Dias, responsável pela Banda frisou: “o recinto é grandioso e para este concerto é imponente. Era uma das aspirações da banda, que gostava de fazer um concerto num recinto destes para poder saber o timbre e a afinação da mesma”.

A realização do concerto em S. Romão foi mesmo uma sugestão da banda, “para dar a possibilidade a todos os habitantes desta freguesia e das freguesias vizinhas, puderem ouvir a Banda de Música da Trofa”, afirmou Delbarque.

Recorde-se que tal como milhares de trofenses, a Banda deslocou-se a Lisboa a 19 de Novembro de 1998, marcando presença frente à Assembleia da República, quando foi aprovada a criação do Concelho da Trofa.

Mas para Delbarque Dias “a banda de música está como todo o cidadão trofense, pois deve estar em prol do interesse da terra”. Por isso a deslocação a Lisboa era inevitável: “estivemos lá naquele dia 19 de Novembro de 1998, naquela jornada grandiosa, ainda não sabíamos o que nos esperava, mas fomos também buscar o concelho e passados 10 anos estamos novamente aqui a partilhar essa alegria e de todos aqueles que lutaram para que a Trofa fosse concelho”, recordou.

Depois do concerto os membros da banda e amigos juntaram-se num jantar para comemorar também o final da época de concertos 2008. E à semelhança deste ano, foi celebrado um protocolo com a Câmara Municipal da Trofa, que prometeu a oferta de 15 mil euros para a Banda de Música em 2009.

Foi ainda acordada a realização de um concerto com a Comissão de Festas da Senhora das Dores de Santa Maria da Reguenga, Santo Tirso para Setembro de 2009.

 

A tocar desde 1951

 

Fundada em 1951, a Banda de Música da Trofa, começou com alguns instrumentos de tipos diversos: cordas, metais, palhetas, couros, ferrinhos e pratos e fez a sua apresentação pública em Março de 1951, na Feira Grande da Trofa.

O primeiro Regente foi o professor Aguiar do Asilo do Terço, do Porto.

Em 1967, houve necessidade de se imprimir à Banda uma nova estrutura. Os protagonistas desta ideia foram Ademar Correia Couto, Amândio Silva, António Sá Couto Araújo e J. Serra.

Contrataram um novo Maestro, professor António Oliveira Gomes, regente da banda da Guarda Nacional Republicana e professor do conservatório de Música do Porto.

Os frutos dessa escolha, depressa apareceram. Em 1971, sagrou-se vencedora em Lisboa, na final do 2º concurso Nacional de Bandas Civis, uma organização da FNAT.

Em 1982, deslocou-se a França, à cidade de “Le Puy”, onde arrebatou o primeiro lugar no Concurso de Bandas Internacionais, vindas de Itália, Bélgica e França, num total de 12.