Banda da Trofa esteve no centro do país para participar no X Encontro de Bandas da Mamarrosa.

A Banda de Música da Trofa participou, no domingo 17 abril, no X Encontro de Bandas, na vila de Mamarrosa, concelho de Oliveira do Bairro.

Neste encontro, além da nossa querida Banda, participaram também a Banda da Sociedade Recreativa Musical de Almoçageme (Sintra) e a anfitriã, Banda Filarmónica de Mamarrosa. Cerca das 14 horas, teve início o desfile das três Bandas, tendo sido a da Trofa a segunda a atuar perante um público de cerca de 600 pessoas que enchiam por completo o auditório. A Banda da Trofa interpretou o seguinte repertório: Palha Branca (marcha) de Afonso Alves, 1812 (abertura), de Piotr Leitch Tchaikosky, Abba Mia (música ligeira) de Luís Cardoso, Desfolhando Cantigas (música popular) de M. Ribeiro da Silva e March Radetky (marcha) de Joahan Strauss.

Foi com comoção e alegria que se assistiu à atuação da Banda da Trofa que, no fim de cada música, era incessantemente aplaudida de pé pelo público, o que é digno de realce. Prova disso foram as palavras proferidas pelo presidente da Assembleia Municipal de Oliveira do Bairro, que enalteceu de forma muito vincada a atuação da Banda e do seu maestro Luís Campos, a quem se referiu como “um exemplo a seguir no nosso país, pela forma categórica de dirigir um concerto”. O presidente da Assembleia deixou o conselho: “Decorem bem o nome do maestro Luís Campos, pois, no futuro, vai ser muito falado a nível nacional”.

No final do concerto teve lugar um momento de convívio entre músicos, maestros, acompanhantes e dirigentes das filarmónicas que atuaram neste encontro, onde não faltaram o leitão e o espumante da região.

 

Valdemar Silva