Junta de Alvarelhos e Câmara da Trofa vão arborizar uma área de 5 mil metros quadrados no âmbito da politica de requalificação de espaço verdes

  Renovar os espaços verdes municipais e requalificar áreas florestais é uma das apostas que a autarquia trofense está a levar a cabo em todo o concelho. António Pontes, vereador do pelouro do ambiente da Câmara Municipal da Trofa anunciou, à margem das comemorações do Dia Internacional da Protecção Civil que a autarquia "está a desenvolver em conjunto com a Junta de Freguesia de Alvarelhos, a arborização de uma área cerca de cinco mil metros quadrados" que será "ao mesmo tempo uma área arborizada e um parque de lazer", explicou o autarca."A intenção é tornar o nosso concelho mais verde e mais bonito", por isso a câmara promete não parar com a requalificação. "Começamos na cidade, sobretudo nos espaços mais visíveis e o objectivo será estender estas iniciativas a todo o concelho".

 A requalificação que está a ser levada a cabo pela autarquia engloba ainda uma preocupação estética de desenvolvimento e potencialização dos sentidos, coroando a utilização harmoniosa de cores diversas e apelativas, de diferentes tipos de materiais e texturas, a biodiversidade de elementos naturais e a proliferação de odores e sensações.

Na Rotunda do Catulo foram impostos o valor ambiental, histórico e social, o seu planeamento e concepção couberam na íntegra à Divisão de Ambiente e Espaços Urbanos desta Autarquia, com destaque especial para a equipa de jardinagem e na sua concretização, foi valorizada a técnica da reutilização de materiais e equipamentos.

Este que é um dos pontos de passagem mais conhecidos da Trofa, foi transformado num "testemunho" da história local , com referência ao caminho-de-ferro, motor de desenvolvimento económico e social da região.

Para a construção desta rotunda foram reutilizados vários elementos pertencentes ao caminho-de-ferro, nomeadamente as traves de madeira, os trilhos, a agulheta, a placa de sinalização e alerta e inseridos materiais como o godo do rio, as pedras de xisto e fragmentos de rochas ftaníticas.

Na Rotunda Norte foi tida também em conta a utilização de motivos e materiais demonstrativos do potencial social, histórico e natural do Concelho.

De referir que na rotunda se destaca o brasão do Concelho da Trofa: roda dentada, que simboliza a indústria, o progresso e as actividades económicas sobre dois ramos de quatro espigas cada um, que simboliza as oito freguesias e as actividades tradicionais ligadas à agricultura. Enfatizou-se a indústria metalomecânica, pelo facto de estarem localizadas na Trofa as maiores e mais importantes indústrias nacionais de fabrico de máquinas para trabalhar madeira, e as mais importantes e modernas indústrias do país no sector da galvanização e da fundição de metais.

Lembra-se ainda o arranjo paisagístico junto do Estádio do Clube Desportivo Trofense e o espaço envolvente ao banco Espírito Santo.

A próxima intervenção será na rotunda junto ao Feira Nova e no Parque Lima Carneiro, para a melhoria das floreiras suspensas e implantação de floreiras de base.