Comissão de Festas em honra de S. João Baptista ultima pormenores e toma últimas decisões. A romaria começa no sabádo com as marchas populares e na véspera de S. João a atração é Augusto Canário.

O abraço no momento de posar para a fotografia é a ilustração do “melhor” que os membros da Comissão de Festas em honra de S. João Baptista de Guidões guardam deste ano de trabalho: “A amizade e o convívio entre todos”.

Sandro Correia, Júlio Costa, Henrique Oliveira e Paulo Abreu são quatro dos seis elementos que compõem este grupo de trabalho. A menos de duas semanas da festa, falta apenas “tratar do fogo”. “As pessoas pensam que o fogo de artifício vai ser sempre melhor do que no ano anterior e estão com essa expectativa, mas, provavelmente, não vai ter aquela beleza que estão à espera”, explicaram. O motivo? “As dificuldades económicas que as pessoas sentem” e que se refletem nos peditórios porta a porta e nos apoios das empresas. “As pessoas não se aproveitam para dar menos, as que podem contribuir, contribuem. Mas este ano, por mais que quisessem contribuir, não tinham como. Aconteceu o mesmo com as empresas, que diminuíram as verbas para este tipo de apoios. Já estávamos a imaginar que seria difícil, mas não tanto”, explicaram. Em relação à sessão de fogo-de-artifício, a Comissão vai “tentar, pelo menos, que seja igual à do ano passado”.

As dificuldades financeiras são o motivo que leva o grupo a afirmar que “não” voltaria a embarcar nesta aventura. Ainda assim, não fizeram nada abaixo do orçamento: “Trabalhámos muito para atingir os objetivos”. Para isso realizaram diversas atividades, como cantares ao desafio, sessões de karaoke, torneios de futebol, Carnaval ou porco no espeto. “Metade dos problemas foram resolvidos com estas atividades, mas a duas semanas da festa ainda não estamos tranquilos”, confessaram.

Também a realização dos cortejos foi uma mais-valia para a realização da festa, embora tenha exigido “muito esforço”.

As festas em honra de S. João começam no sábado, com as Marchas Populares, que são já uma tradição na freguesia, depois de terem sido lançadas nas festas de 2007. A partir das 21 horas, o centro da freguesia vai encher-se de curiosos para ver os quatro lugares a marchar pelas ruas. A folia regressa na véspera de S. João, 23 de junho, com as músicas do grupo “Banda Miranka” e de Augusto Canário & Amigos. No dia 24 de junho, o ponto alto será a procissão em honra do santo padroeiro.

A Comissão de Festas garante que “é pena a romaria ir abaixo”, mas “está num patamar muito elevado para a freguesia nesta altura”, embora os elementos acreditem que “até pode haver outras pessoas que possam fazer melhor”.

{fcomment}