Dois jovens de 16 e 18 anos terão assaltado, na tarde de sexta-feira, uma loja de animais e florista, na Rua José Maria Machado, em S. Martinho de Bougado.

O proprietário da loja Flor e Bela, junto ao cemitério de S. Martinho de Bougado, “estava a contar o dinheiro da caixa registadora” quando entrou um jovem de 16 anos “encapuzado, todo de preto, com um punhal na mão e que disse: Isto é um assalto! Quero o dinheiro!”, contou o proprietário, que preferiu não se identificar.

O outro indivíduo de 18 anos, que primeiramente ficou “à porta da loja”, entrou para controlar a esposa do dono da loja que, assustada, “começou a gritar”.

O assalto aconteceu cerca das 15.30 horas tendo os dois jovens estudantes levado “aproximadamente 400 euros” em dinheiro. Parte do dinheiro acabou por ser recuperado depois de uma perseguição pelas ruas da Trofa: “A perseguição demorou algum tempo e tive a ajuda de outro senhor. Conseguimos apanhá-lo já perto da piscina (Complexo Tropical)”. “Ele tinha o gorro, a arma e parte do dinheiro em notas de dez euros. Imagino que durante a perseguição eles tenham dividido o dinheiro”, recordou.

O jovem interceptado foi o de 16 anos, que mais tarde foi entregue à GNR da Trofa que o deteve. De acordo com a guarda está acusado de “porte de arma proibida e roubo praticado em co-autoria”. O jovem estudante foi presente no sábado ao Tribunal de turno de Vila Nova de Famalicão para primeiro interrogatório, onde lhe foram aplicadas como medidas de coacção o termo de identidade e residência e apresentações periódicas bissemanais no posto da GNR da Trofa até conclusão do inquérito.

O cúmplice do jovem foi identificado e apresentou-se depois no posto da Guarda acompanhado da mãe, onde foi constituído arguido, permanecendo em liberdade.

A GNR recuperou 190 euros, um gorro, uma faca automática e uma navalha que terão sido usadas no assalto.