Eurico Ferreira cedeu o espaço gratuitamente à Associação

A Associação de Solidariedade e Acção Social de Santo Tirso inaugurou um Centro de Apoio Familiar e Aconselhamento Parental, na passada sexta-feira, no Centro Comercial da Vinha. O espaço foi cedido pelo empresário Eurico Ferreira, que mereceu largos elogios do presidente da associação e do presidente da Câmara.

 

A solidariedade é “uma palavra como todas as outras, mas se traduzida em acção torna-se numa luz que ilumina o caminho dos mais necessitados”. Estas palavras de José Pinto, presidente da ASAS-Associação de Solidariedade e Acção Social de Santo Tirso, serviram para inaugurar mais uma valência de apoio social no concelho da Trofa, o Centro de Apoio Familiar e Aconselhamento Parental (CAFAP).

A nova valência localizada no Centro Comercial da Vinha, numa loja cedida pelo empresário Eurico Ferreira, vai dar apoio a famílias multi-desafiadas ou consideradas de risco social, com o objectivo de trabalhar na prevenção de comportamentos de risco na parentalidade e na adolescência. O CAFAP vai apostar em programas de intervenção integrados, desenvolvendo parcerias com as instituições como a Comissão de Protecção de Crianças e Jovens e com a equipa de assessoria aos tribunais do Centro Distrital da Segurança Social do Porto.

 

José Pinto explicou a função do CAFAP no concelho e afirmou que “são instituições como esta (ASAS) que fazem da Trofa um concelho solidário”. O presidente da ASAS elogiou ainda o presidente da Câmara Municipal da Trofa, Bernardino Vasconcelos, apelidando-o de “presidente solidário” e afirmando que a autarquia “é um exemplo a seguir em termos das políticas de desenvolvimento social”.

Bernardino Vasconcelos aproveitou a doação de Eurico Ferreira para “comprovar” que “a Trofa é uma terra de solidariedade”. O edil sublinhou ainda o papel da ASAS no concelho, que “enfrenta de forma dedicada os problemas da sociedade, como a pobreza e as crianças em risco” e a importância de “criar sinergias” no contexto da acção social, “que faz com que as diferentes instituições em parceria possam abordar os problemas de forma mais eficaz e escolham a maneira mais profissional de os resolver”.

Também Luís Cunha, director do Centro Distrital da Segurança Social do Porto valorizou o início da actividade do CAFAP na Trofa, “pois foi o diagnóstico social da rede social da Trofa que evidenciou a necessidade de se construir o CAFAP, porque se encontraram situações extremamente problemáticas ao nível da população”. “Agora vai ser possível fazer um trabalho de excelência junto das famílias”, afirmou.

Em declarações ao NT/Trofa TV, José Pinto, afirmou que esta valência é mais uma prova “da forma activa como a ASAS trabalha na Trofa”.

“Desde que assumi a presidência da associação que estamos muitos motivados para trabalhar neste jovem concelho. Temos já provas dadas com um trabalho excepcional ao nível da prevenção, temos também um centro da terceira idade, com uma ocupação diária de 40 a 60 idosos, e um ATL”, concluiu.

O presidente afirmou que a ASAS “é uma instituição em crescimento” e também não deixou de agradecer a Eurico Ferreira e à família “pessoas raras nos dias de hoje, que não olham a quem ajudam, porque tudo o que fazem é com dedicação e muito amor ao próximo”.