A PSP e a ASAE detiveram hoje em operação conjunta realizada em Santo Tirso, duas mulheres e três homens na posse de grande quantidade de DVD e DD's piratas e milhares de artigos de contrafacção. Ao NT o Subintendente da 2ª Divisão do Comando Metropolitano do Porto garantiu que esta operação estava já a ser preparada há cerca de 15 dias e surgiu na sequencia da detenção há algumas semanas de individuos armados que faziam a Feira de Santo Tirso.

 

Foram apreendidos 11.588 artigos que se encontravam à venda na feira de Santo Tirso, entre os quais 5.042 DVD e 3.577 CD em situação de aproveitamento de obra usurpada, ou seja, "edições piratas".asae

Os restantes 2824 artigos apreendidos são artigos de marca contrafeitos, nomeadamente pólos, camisas, t-shirts, cintos, malas, carteiras e relógios num  valor total de mais de 106 mil euros.

A operação iniciou-se às 9 horas e terminou às 12 horas e envolveu cerca de 100 elementos, dos quais 26 eram inspectores da ASAE, sendo os restantes da PSP, que se deslocaram ao local da operação – a feira de Santo Tirso – em 20 viaturas.

 Entre o pessoal da PSP encontravam-se elementos da esquadra de Santo Tirso, do Corpo de Intervenção, da Divisão de Investigação Criminal (DIC) e das Brigadas de Intervenção Rápida (BIR) e dois binómios polícia/cão.

    A fonte da PSP referiu que os cinco detidos foram notificados para se apresentarem, terça-feira, no Tribunal de Santo Tirso, para serem submetidos a interrogatório policial, uma vez que o quadro legal das infracções cometidas não permite que fiquem detidos nas instalações da PSP.

    O material apreendido será destruído, logo que concluídas as formalidades legais indispensáveis, já que constitui material de prova dos crimes cometidos pelos detidos.