Câmara Municipal de Santo Tirso vai criar uma estação arqueológica no Monte Padrão, em Monte Córdova.

Classificado como Monumento Nacional desde 1910, o Castro de Monte Padrão vai ser melhorado com a implementação de um “projeto de estudo, valorização, musealização e dinamização”. A obra conta com um investimento de 57 700 euros por parte da Câmara Municipal de Santo Tirso, que se destina “a integrar a estação arqueológica do Monte Padrão, em Monte Córdova”. Este espaço, “ocupa um lugar de destaque”, dado “a sua relevância científica ter sido evidenciada pelas intervenções realizadas nas duas últimas décadas”.

A valorização e musealização do Centro Interpretativo, inaugurado em 20 de abril de 2008, permitiu, ainda, “a promoção de um importante conjunto patrimonial de caráter arqueológico e arquitetónico e a valorização do estudo de um conjunto arqueológico com características únicas”, explicou fonte da autarquia tirsense. “Para além disso, permitiu sublinhar a importância da complementaridade entre o património arqueológico e ambiental, desenvolver um espaço com aptidões de natureza museológica, pedagógica, turística e potencializar os recursos disponibilizados para a promoção turística da região”, acrescentou a mesma fonte.

O Monte Padrão constituiu “uma das principais referências culturais do concelho de Santo Tirso”. “A sua presença, aliada à carga histórica, permitem que seja considerado como um marco de interesse histórico, arqueológico e cultural, cuja preservação e valorização beneficiará ao adquirir mais uma parcela de terreno”, concluiu.

 

Margarida Pires

 

{fcomment}