A Academia Municipal da Trofa promove até ao final do mês de maio várias atividades de promoção da saúde e do bem-estar. A terminar decorre uma caminhada pelas ruas de S. Martinho de Bougado.

A ideia surgiu de “forma natural”, afinal a Aquaplace – Academia Municipal da Trofa é um “espaço de prática desportiva direcionada para a saúde e o bem-estar”. Assim, todos os domingos do mês de maio foram aproveitados para desenvolver atividades desportivas dentro e fora das portas da Academia. Maio, mês do coração, ficou marcado por uma Mega Aula de Pilates, um Treino Militar, atividade inédita que decorreu nos jardins da Aquaplace, e uma Mega Aula de Yoga. Todas estas modalidades podem ser um aliado importante no combate às doenças cardiovasculares.

“A adesão foi fantástica, quer por parte dos utentes, quer por parte da população em geral, esgotando as aulas previstas, num sinal claro de que a prática desportiva regular começa a ser, cada vez mais, uma preocupação da população em geral”, garantiu Artur Costa, diretor da Aquaplace. O balanço deste mês dedicado à saúde é, portanto, “muito positivo”: “Estamos felizes por poder contribuir para esta mudança de mentalidade da população trofense”, reiterou o responsável.

O mês do coração vai encerrar com a realização de vários rastreios de saúde e uma caminhada pelas ruas de S. Martinho de Bougado.

No domingo, dia 29 de maio, a Academia Municipal da Trofa promove, nas suas instalações, entre as 9 e as 12 horas, rastreios a fatores de risco para prevenção das doenças cardiovasculares, como a medição da tensão arterial, peso, perímetros (índice de massa corporal), frequência cardíaca e índice de massa gorda. Estes exames são gratuitos, tal como todas as atividades, e estão abertos a todos os interessados.

A caminhada começa e termina na Aquaplace, com a concentração marcada para as 9.30 horas, num percurso marcado pela “interação com a natureza e o Rio Ave, passando por vários caminhos municipais da freguesia de São Martinho de Bougado, num total de cerca de oito quilómetros”. A caminhada tem um grau de dificuldade médio/baixo, para que possa ser acessível à maioria da população. Esta caminhada conta com a colaboração da ADAPTA (Associação de Defesa do Ambiente e do Património da Trofa).

Artur Costa deixou o “convite a todos os interessados para aderirem a esta iniciativa”. “Todos são bem-vindos às nossas iniciativas e a presença massiva tem, para nós, um significado de reconhecimento pelo trabalho desenvolvido em prol da melhoria da qualidade de vida da população trofense”, acrescentou.

 

{fcomment}