O PS e o CDS-PP aprovaram a revisão orçamental para a Câmara da Trofa assumir a obra de ligação dos parques da cidade. PSD absteve-se invocando os “superiores interesses” do concelho.

A Assembleia Municipal da Trofa aprovou, com a abstenção do PSD e votos favoráveis do PS e CDS-PP, a terceira revisão orçamental para inclusão da empreitada de ligação dos parques, no valor de cerca de 960 mil euros, no âmbito da requalificação urbana dos parques Nossa Senhora das Dores e Dr. Lima Carneiro.

Esta obra não estava contemplada no orçamento camarário, já que estava sob a alçada da empresa Metro do Porto (MP), que para avançar tem que ter a anuência do Governo. Segundo Joana Lima, presidente da Câmara e também membro do conselho de administração da MP, o projeto foi aprovado na empresa “com uma abstenção e quatro votos a favor”, mas “depois de dois anos em negociações com o Governo até hoje ainda não há uma resposta”. Apo´s imposição da CCDR-N para avançar de imediato com o procedimento para adjudicação da obra, sob pena da perda dos fundos comunitarios da obra de requalificaão dos parques, a autarquia decidiu então fazer uma revisão orçamental e uma “poupança” nos “próximos meses” para fazer face ao investimento necessário para ligar os parques da cidade, mas “sem desresponsabilizar a MP” pela obra.

Leia a reportagem completa na edição do jornal O Notícias da Trofa, disponível num  quiosque perto de si ou por PDF.