António Correia é o candidato da coligação do PSD e CDS-PP à freguesia do Muro. Requalificar as estradas nacionais e construir um parque infantil foram os projetos apresentados.

 O segundo candidato a junta de freguesia apresentado pela coligação do PSD e CDS da Trofa foi António Correia. “Equidade” foi a palavra que marcou o discurso do candidato ao Muro que, mesmo sabendo que “é arriscado prometer obra” no atual momento, o candidato considera que a população “tem o direito de exigir” que “parte dos impostos seja investida” na freguesia.

 

Numa sessão realizada no salão nobre da Junta de Freguesia do Muro, ao fim da tarde de sábado, António Correia afirmou que “há obras que há muito tempo são propostas em planos plurianuais” e que “já deviam ter sido executadas”. São elas “a colocação de semáforos de contenção de velocidade e requalificação das estradas nacionais 14 e 318 e construção de um parque infantil”.

E quando se referiu à equidade, o candidato afirmou que “quando se paga uma contribuição especial para construir no Muro, paga-se o IMI (Imposto Municipal sobre Imóveis) no máximo, quando em concelhos vizinhos e com melhor qualidade de vida pagam muito menos que nós”. “É bom lembrar que há lugares na freguesia que ainda não têm água nem saneamento básico. É por este falta de equidade que temos nos unir para a combater”, frisou.

Leia a reportagem completa na edição desta semana d’ O Notícias da Trofa, disponível num  quiosque perto de si ou por PDF.