Foi uma das maiores conquistas do Clube Oval Azul (COA) em 14 anos de existência e logo alcançada por uma trofense. Ana Paula Azevedo, eleita presidente desta coletividade que reúne aficionados da marca de automóveis Ford, conseguiu que esta ganhasse uma sede, situada no Centro Comercial da Vinha. A inauguração do novo espaço aconteceu a 8 de abril.
À primeira vista, é estranho que uma trofense se tenha tornado presidente de um clube criado em Penafiel. O contexto esclarece a possível admiração. Ana Paula Azevedo apenas seguiu os passos do pai, sócio do COA “há mais de dez anos”. “O meu pai é preparador de corrida da Ford e sempre esteve envolvido com a marca. E eu comecei a acompanhá-lo nos eventos e concentrações e ganhei o gosto pelos carros”, explicou em entrevista ao NT.
O COA é o único no país direcionado exclusivamente para os amantes dos automóveis Ford, sejam clássicos ou não, e tem como grande evento anual o Forday. O último aconteceu no Parque Nossa Senhora das Dores e Dr. Lima Carneiro e juntou “aproximadamente 200 sócios”.
Na loja 52 do Centro Comercial da Vinha, o COA vai dedicar, em princípio, dois horários semanais aos sócios. Segundo Ana Paula Azevedo, o espaço foi cedido pela autarquia, que “sempre mostrou disponibilidade para ajudar” o clube. A presidente do COA é a única trofense na direção do clube. Foi eleita em abril do ano passado e tem mandato até 2019. Nas eleições, apresentou a única lista a sufrágio, depois dos proponentes de uma lista concorrente “terem desistido”. “A direção anterior já estava há algum tempo à frente do clube. Nós acabamos por ter outro tipo de mentalidade, temos uma equipa mais jovem. Há outro dinamismo”, afirmou.
Ao longo do ano, o COA tem já agendadas presenças nalguns eventos, como um que acontece no dia 29 de abril, em Aveiro, e que assinala os 50 anos do Ford Escort MK1. Em julho, também vai estar representado na ExpoTrofa.
Um dos desejos de Ana Paula Azevedo é conseguir promover um encontro com os espanhóis do Clube Cosworth, em Portugal. “Uma vez que fomos lá, queríamos agora trazê-los cá para um fim de semana de convívio”, explicou.