Prevista para chegar a Santo Tirso em Outubro passado a "ambulância amarela" do INEM chegou finalmente ao Centro Hospitalar do Médio Ave, em plena época natalícia, como se de uma presente de Natal se tratasse. Este nova unidade de Suporte Imediato de Vida deverá prestar assistência nos concelhos da Trofa, Santo Tirso e Vila Nova de Famalicão.

  Veiculo de Suporte Imediato de Vida é o nome da nova ambulância do INEM que desde sábado está "estacionada" no Centro Hospitalar do Médio Ave, em Santo Tirso que presta assistência também no concelho da Trofa,

As ambulâncias do INEM destinam-se à estabilização e transporte de doentes que necessitem de assistência durante o transporte, dispondo de equipamento adequado e tripulação habilitada a aplicar medidas de suporte básico ou imediato de vida. A ambulância SIV dispõe de uma tripulação que é constituída por um enfermeiro e um técnico de ambulância de emergência.

Ao nível dos recursos técnicos a SIV dispõe da carga de uma ambulância de suporte básico de vida (material de avaliação e estabilização, quer nas vertentes de trauma e doença súbita e desfibrilhador automático externo), acrescida de um monitor-desfibrilhador e diversos fármacos, incluindo os necessários para situações de analgesia e trombólise.

O equipamento das SIV permite a transmissão de electrocardiograma e sinais vitais.

A região norte do país conta desde sábado com mais 11 ambulâncias e uma viatura médica do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), o que obrigou à contratação de 113 profissionais.

Relativamente às novas ambulâncias, Gondomar, Amarante, Régua, Fafe, Cabeceiras de Basto, Montalegre, Mirandela, Vila do Conde e Santo Tirso dispoem de viaturas de Suporte Imediato de Vida, enquanto Chaves e Espinho receberam unidades de Suporte Básico de Vida.

Para o funcionamento destas 11 viaturas, o INEM contratou 113 profissionais, dos quais 71 técnicos de ambulância de emergência e 42 enfermeiros.

A Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) estará localizada no Hospital de Santa Maria da Feira e funcionará com médico e enfermeiros desta unidade de saúde.

Com a entrada em funcionamento desta viatura, o INEM passa a dispor de 38 VMER em Portugal.

A VMER é um veículo de intervenção pré-hospitalar, especialmente concebido para o transporte rápido de uma equipa médica directamente para o local onde se encontra o doente.

Estes veículos dispõem de uma equipa constituída por um médico e um enfermeiro, estando equipados com material para Suporte Avançado de Vida.

O INEM é o organismo do Ministério da Saúde responsável pela coordenação, em Portugal Continental, de um sistema integrado de emergência médica, com o qual se pretende garantir uma pronta e correcta prestação de cuidados de saúde a sinistrados e vítimas de doença súbita.

Nessa perspectiva, a prestação de socorros no local da ocorrência, o transporte assistido das vítimas para o hospital adequado e a articulação entre os vários intervenientes do sistema integrado de emergência médica são as principais tarefas do Instituto Nacional de Emergência Medica.

De acordo com com site oficial do INEM, esta ambulância de Suporte Imediato de Vida "será um meio operacional que visa melhorar os cuidados prestados em ambiente pré-hospitalar à população, missão do INEM de acordo com a sua lei orgânica enquanto coordenador do Sistema Integrado de Emergência Médica. Estas ambulâncias significam um upgrade relativamente aos cuidados prestados pelas ambulâncias de socorro".

A expressão traduz um conceito, aceite pela comunidade científica médica, baseado na necessidade de garantir os cuidados de saúde capazes de resultar numa reanimação com sucesso até estar disponível uma equipa médica, dita de suporte avançado de vida. Este conceito é extensível às situações que poderão evoluir para Paragem Cardio-Respiratória, caso não sejam imediatamente tomadas as medidas necessárias.

Os Enfermeiros terão por principal função a prestação cuidados de Emergência Médica de acordo com os protocolos instituídos pelo INEM e as orientações da Direcção Médica do serviço. Compete-lhe chefiar a Equipa de Tripulantes da Ambulância SIV, coordenada operacionalmente pelo CODU (Centro de Orientação de Doentes Urgentes) respectivo.

 

Por seu lado os Tecnicos das Ambulâncias SIV são profissionais que terão por função colaborar na prestação de cuidados de Emergência Médica Pré-hospitalar, de acordo com as suas competências e com as orientações do Enfermeiro da Ambulância SIV. Serão ainda os responsáveis pela condução do veículo.

A actividade das Ambulâncias SIV vai ser regulada a nível operacional pelo Centro de Orientação de Doentes Urgentes (CODU) respectivo. Quanto à prestação dos cuidados de Emergência Pré-Hospitalar, esta será feita no âmbito de um controlo médico rigoroso.