Acólitos de Alvarelhos organizaram peregrinação a pé a Balasar para assinalar início do período quaresmal. Iniciativa reuniu cerca de 400 pessoas.

Às 7 horas de domingo, a Igreja de Alvarelhos encheu para a celebração da eucaristia que precedeu a caminhada até Balasar, na Póvoa de Varzim. A iniciativa partiu do grupo de acólitos da paróquia, que quis assinalar o início da quadra quaresmal de forma diferente.. “Na nossa zona há uma grande devoção à Beata Alexandrina, por isso este local foi a escolha lógica. Para além disso, a santa é conhecida como a vítima da eucaristia”, explicou José Ramos, pároco de Alvarelhos.

Duas centenas de pessoas caminharam e oraram ao longo de mais de quatro horas e, já durante a tarde, outros tantos fiéis juntaram-se ao grupo para a hora de adoração, na igreja local. Esta foi também uma oportunidade para o convívio entre gerações, já que o peregrino mais novo tinha sete anos e o mais velho 76. Durante o percurso, o agrupamento de escuteiros de Alvarelhos deu apoio aos caminheiros, “oferecendo chá quente e bolachas” para retemperar forças. O pároco ficou “surpreendido” com a participação de “tanta gente” que se associou à actividade. “A presença de todas as pessoas mostra o óptimo acolhimento à iniciativa”, sustentou.

Para além da caminhada, a paróquia de Alvarelhos tem já várias actividades delineadas para a Quaresma. Durante este tempo, no Santuário de Santa Eufémia, vai ter lugar, todos os domingos, às 14.45 horas, a Via-Sacra. No Domingo de Ramos, será na Igreja Matriz de Alvarelhos, às 16 horas. No dia 27 de Março, os fiéis poderão participar na Procissão do Senhor dos Passos, que vai começar na Igreja Matriz, às 16 horas, rumo à Capela de S. Roque, com uma paragem a meio do percurso para o “sermão do encontro”.

Na sexta-feira Santa, 22 de Abril, vai realizar-se pelas ruas da paróquia a já tradicional recriação da Paixão de Cristo, organizada pelo grupo de jovens Santa Maria de Alvarelhos. Com início às 21 horas, a Via-Sacra vai começar na Rua de S. João e terminar no Santuário de Santa Eufémia.