Alunos da Turquia, Hungria, Polónia, Roménia, República Checa e Bulgária visitaram a Trofa no âmbito do projeto Comenius. Jovens foram recebidos por autarcas trofenses na Casa da Cultura.

“Olá” e “Xau” são as poucas palavras que as alunas búlgaras Radoslava Yordanova e Nadezhda Dimitrova aprenderam durante a visita que fizeram à Trofa e à Região Norte, na última semana. O inglês foi mesmo a língua dominante durante estes dias e os estudantes da Turquia, Hungria, Polónia, Roménia, República Checa e Bulgária juntaram-se aos alunos que fazem parte do Clube Europeu da Escola Secundária da Trofa, no âmbito no projeto europeu Comenius.

Depois de serem recebidos no estabelecimento de ensino esta segunda-feira, os jovens visitaram a Casa da Cultura, no dia seguinte, onde foram recebidos pelos autarcas trofenses. Em português, Joana Lima, presidente da Câmara Municipal, deu as boas vindas ao grupo e ofereceu-lhe exemplares do livro “Amílcar, concertador de búzios calados”, a obra vencedora do último Concurso Literário da Trofa.

 Radoslava e Nadezhda estavam satisfeitas com o que já tinham conhecido: “É muito bonito e parece ideal para passar férias”. Mas não eram só os alunos a mostrar contentamento com a participação neste projeto. A coordenadora do projeto na Bulgária, Petya Kirilova, falou das “oportunidades que esta atividade proporciona”. A professora referiu, também, “as novas amizades” que vai “recordar”.

Tuba Yilmaz, coordenadora do projeto na Turquia, evidenciou a importância deste tipo de formação na vida dos jovens, que assim, “têm a oportunidade de conhecer vários países e diferentes culturas”.

Teresa Fernandes, vereadora da Educação da Câmara Municipal da Trofa, acompanhou a visita à Casa da Cultura e defendeu que este projeto possibilita a divulgação da cultura portuguesa, levando “a Trofa a vários países e trazendo um pouco das suas tradições até ao concelho”, num verdadeiro “intercâmbio cultural”.

O projeto ainda vai a meio e Alzira Pedrosa, responsável do Clube Europeu da Escola Secundária da Trofa já faz “um balanço mais do que positivo” das atividades.

A tarde de terça-feira foi dedicada a conhecer o Norte, com uma visita guiada à cidade de Guimarães, berço da nacionalidade portuguesa.

O Programa Comenius incentiva a uma parceria próxima entre as escolas dos países envolvidos e visa reforçar a dimensão europeia da educação, desde o ensino pré-escolar até ao secundário. O objetivo passa por desenvolver o conhecimento e sensibilizar os jovens para a diversidade e para o valor das culturas e das línguas europeias.

 

{fcomment}