Select Page

Agrupamento de Escolas reconhece mérito (c/video)

O Agrupamento de Escolas da Trofa promoveu uma cerimónia de entrega de prémios de mérito escolar, que foi animada pelos alunos, através da música e da dança.

Durante a cerimónia, que se realizou no sábado, 1 de abril, no pavilhão da Escola Básica 2/3 Professor Napoleão Sousa Marques, “310 alunos” do Agrupamento de Escolas da Trofa, do 1.º ao 12.º ano, viram o seu trabalho reconhecido.
Lara Carneiro e Joana Rocha receberam o prémio de mérito escolar referente ao 12.º ano em Humanidades. Para Lara, é “um grande orgulho” receber esta distinção, porque é “o reconhecimento de um ano imenso de trabalho”, tendo sido “uma grande alegria” quando recebeu a carta a informar que “estava no quadro de mérito”. Já Joana Rocha aconselhou os alunos a “estudarem e lutarem pelos seus objetivos”, como “ elas lutaram para conseguir estar na faculdade”. “Se se esforçarem e gostarem do curso em que estão, acho que naturalmente conseguem”, completou.
Já Paulino Macedo, diretor do Agrupamento de Escolas da Trofa, explicou que esta é uma cerimónia onde “reconhecem o mérito escolar dos alunos, distinguimo-los e apresentamo-los à comunidade trofense como sendo alunos de referência”. “Alunos que se distinguiram pelas notas, mas também pelo seu comportamento, pelas atividades que desenvolveram ao longo do ano escolar 2015/2016 e, como tal, merecem ser referenciados para servirem de modelo ou de exemplo para todos os outros alunos, que, lamentavelmente, não podem estar aqui, mas que serão sempre objeto do nosso trabalho”, mencionou.
E a escolha da data para atribuição dos prémios de mérito escolar não foi um acaso. O diretor afirmou que “há meia dúzia de anos” tem feito esta cerimónia “no primeiro sábado de interrupção das atividades letivas da Páscoa”. “Porque o 1.º período é muito denso, cheio e comprimido, não temos tido espaço em concreto para fazer uma cerimónia destas. Os alunos e os encarregados de educação têm que estar disponíveis para se associarem”, declarou, referindo ainda que esta cerimónia “serve de estímulo para todos aqueles que ainda estão mesmo ali na borderline para poder atingir os objetivos para o próximo ano letivo”.

Ciclo vai entrar em obras ainda este ano
A Escola Básica 2/3 Professor Napoleão Sousa Marques vai entrar em obras ainda este ano. O anúncio foi feito pelo vereador da Educação da Câmara Municipal da Trofa, António Azevedo, durante o seu discurso na cerimónia da entrega de prémios de mérito escolar.
O diretor Paulino Macedo adiantou que “o concurso terminou e está em fase de adjudicação”, sendo expectável que “em junho comecem a montar os estaleiros”. O prazo de execução da empreitada é de “um ano e meio”. “Espero que em 2018/2019, já possamos estar aqui a fazer esta cerimónia com outras condições, outras pessoas e realidade”, declarou.
Paulino Macedo referiu que “as coisas não se adivinham fáceis” com o decorrer da empreitada, uma vez que esta tem as suas “implicações”. Contudo, o diretor assegura que “está tudo programado para que minimizem o efeito das obras”, até porque a empreitada vai ser feita “em duas fases”. “Numa primeira fase utilizamos metade da escola e na segunda fase a outra metade. Por isso é que as coisas estão bem encaminhadas para que a obra se desenrole, trazendo impactos mínimos para o desenvolvimento do ano escolar e, sobretudo, no desenvolvimento de toda a aprendizagem dos alunos, que me parece que vai ser facilitado na medida em que só cá está o 5.º e 6.º ano. Daí que vamos comprimir os horários deles nas salas que nos forem disponibilizadas”, terminou.

Videos

Loading...

Siga-nos

1ª página da edição papel

Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma experiência mais personalizada. Ao navegar está a permitir a sua utilização