Manuel Pontes anunciou o interesse do presidente da Federação de Empresários Portugueses na Alemanha, Simeon Ries, em estabelecer parcerias com empresas nacionais, por intermédio da AEBA, sendo este “um grande passo no caminho da internacionalização”. A notícia foi dada durante uma palestra sobre Alto Desempenho Empresarial.

 Empresários e especialistas reuniram-se para falar sobre como melhorar o desempenho das empresas, para criar organizações mais bem sucedidas. O evento decorreu no passado dia 3 de Maio, no restaurante Momentos, e estiveram presentes cerca de meia centena de convidados.

“O objectivo da iniciativa realizada na segunda-feira, dia 3, foi debater, de forma informal, o Programa Formação para Pequenas e Médias Empresas (PME)”, explica a nota de imprensa enviada pela AEBA.

As pessoas são “o activo mais importante na vida das empresas”, ajudando a melhorar a sua performance. Esta é a convicção de Adelino Cunha, especialista em Recursos Humanos, que marcou presença na palestra. Desta forma, para se chegar a um alto desempenho empresarial é necessário “querer mudar a essência” de cada pessoa e procurar a “congruência”, no sentido da criação de empresas bem fundamentadas e vencedoras. Esta é uma mudança que se deve iniciar pelos líderes empresariais, de modo a que os colaboradores “olhem para o seu chefe e lhe reconheçam autoridade.” O consultor, empresário, orador motivacional e escritor deixou ainda algumas dicas para o sucesso de uma equipa: o estabelecimento de um compromisso emocional; o reconhecimento por um trabalho bem feito e incentivos para melhorar; a elaboração de questões quando se tem dúvidas; e a possibilidade de cada um poder crescer dentro da empresa.

Manuel Biltes, da Unidade de Gestão do Programa Formação PME da Associação Empresarial de Portugal (AEP), enumerou alguns dos aspectos mais importantes da temática, focando desde o estabelecimento de suportes relacionados com a organização da empresa, passando por uma devida matriz de planeamento do projecto, sem esquecer o papel do empresário, “alguém que descobre uma oportunidade ou a mantém, no mínimo, alguém que, portanto, tem uma visão”.

A encerrar o evento, Mafalda Cunha, directora-geral da AEBA, e António Luís Ferreira, assessor coordenador do Gabinete de Apoio ao Empresário, abordaram algumas questões relativamente ao Programa Formação PME, nomeadamente no que diz respeito ao estabelecimento de timings, focalização nos objectivos e resultados, criação de equipas de intervenção e acompanhamento e validação de medidas.