adelio-maia 

Falta de verbas, treinos interrompidos durante semanas devido à falta de água quente e uma situação quase insustentável, que “obriga” a Junta de Freguesia a suportar algumas despesas. O Futebol Clube de S. Romão ameaça fechar as portas e o presidente do clube já garantiu que no final da época “não fica”.

À onda de derrotas ininterrupta desde o início do campeonato e à saudade do sabor a vitória, soma-se a grave situação financeira que está comprometer a sobrevivência do Futebol Clube S. Romão. O emblema vermelho e branco poderá ter os dias contados e o simples objectivo de levá-lo intacto até ao fim do campeonato parece ser uma tarefa quase insustentável. A ruptura ameaça ser iminente e só o esforço de alguns elementos da direcção, dos jogadores, de sócios activos que se contam pelos dedos de duas mãos e da Junta de Freguesia de S. Romão do Coronado encabeça aquele que pode ser o “manual de sobrevivência” do clube.

Leia a reportagem completa na edição papel desta semana d´O Notícias da Trofa.