Apareceu do nada a deambular pelas ruas da Trofa e várias vezes constituiu perigo na circulação rodoviária, por se atravessar à frente dos automóveis a carregar um carrinho de supermercado atulhado de lixo. Foi, esta terça-feira, internado no Hospital Magalhães Lemos.
Cerca das 8h00, o homem caminhava no meio de uma das faixas de rodagem da Estrada Nacional 14, correndo o risco de ser atropelado e obrigando os carros a desviarem-se e a invadirem a faixa contrária.
Uma das viaturas que se viu obrigada a parar foi a do comandante do posto da Trofa da GNR. Perante o flagrante perigo para a própria vida e a dos condutores e tripulantes das viaturas, o homem foi detido, manietado e, face aos indícios de padecer de problemas mentais, foi transportado pelos Bombeiros Voluntários da Trofa, com acompanhamento da GNR, para a ala de psiquiatria do Hospital de S. João no Porto, tendo sido, cerca das 18h00, transferido para o Hospital Magalhães Lemos, onde ficou internado. Aparenta sofrer de disposofobia, que se caracteriza por um transtorno de acumulação compulsiva, neste caso, de lixo.
O indivíduo de 65 anos, de nacionalidade dinamarquesa, circulava há já algumas semanas pela Trofa, pernoitando na via pública, junto ao BPI e às antigas instalações do supermercado Plus. Por várias vezes recusou apoio social, tornando-se violento. Há relatos de ter atacado pessoas com as próprias fezes.