Os Bombeiros da Trofa demoravam quase uma hora a desencarcerar a única vítima de um acidente grave que ocorreu na Estrada Nacional 14, depois do cruzamento da Carriça. O alerta foi dado cerca das 6 horas. O condutor, de 21 anos, natural de Ribeirão, ficou gravemente ferido, de acordo com Eduardo Cruz, Chefe dos Bombeiros Voluntários da Trofa: “A vítima apresentava ferimentos visíveis nos membros inferiores e, provavelmente, teria hemorragias internas”.

O sinistro envolveu duas viaturas ligeiras e um pesado de mercadorias, que transportava farinhas para animais. Os veículos ligeiros circulavam no sentido Porto-Trofa. “O jovem terá perdido o controlo sobre o carro depois de uma ultrapassagem mal calculada, chocando contra o pesado. A segunda viatura, que teria sido ultrapassada acabou por também embater no camião”, explicou Pedro Caetano, cabo do Destacamento de Trânsito do Porto.

A circulação manteve-se cortada durante mais de duas horas e mesmo depois de a Estrada Nacional ser reaberta, as viaturas apenas podiam circular numa das faixas.

No local estiveram 11 homens da corporação da Trofa, auxiliados por três viaturas de salvamento, uma de desencarceramento e uma terceira para limpeza do pavimento, e a Viatura Médica do Hospital de S. João. O Destacamento de Trânsito do Porto tomou conta da ocorrência e a GNR da Trofa e a Polícia Municipal estiveram no local para regularização da circulação.

Esta madrugada, um outro acidente ocorreu na Rua 16 de maio, em Santiago de Bougado.

Uma viatura ligeira despistou-se causando um ferido ligeiro, transportado para o Centro Hospitalar do Médio Ave , em Vila Nova de Famalicão .

A vitima foi assistida no local pelos Bombeiros Voluntários da Trofa, tendo o socorro sido prestado por cinco homens, apoiados por duas viaturas.

{fcomment}