Não foi a primeira vez que o Souto de Bairros foi palco do excesso de adrenalina ou exibixionismo de indivíduos que gostam de se evidenciar pela negativa.

Foi à volta deste pacato banco de jardim e por entre as arvores já adormecidas, que na madrugada de Domingo, um individuo de personalidade inqualificável que integrava um grupo de pessoas que jantava num restaurante do local, num acto de pura estupidez, coloca-se ao volante do seu BMW e decide quebrar o precioso silencio, sossego e paz de quem habita no Souto de Bairros.

Eram precisamente duas horas da manhã quando a “brincadeira” iniciou e durante cerca de 15 minutos o silencio e o sossego foram interrompidos e substituídos  por um enorme chiar de pneus associado ao irritante e incomodativo barulho de um motor em alta rotação que se fazia ouvir a várias centenas de metros de distância.

É inadmissível que crianças, jovens, adultos e idosos venham a ter uma noite de descanso interrompida por indivíduos que se julgam com o direito de fazer ou praticar actos e de ter comportamentos socialmente repudiáveis e reprováveis.

Embora o condutor e a viatura tenham sido identificados, o objectivo desta notícia é alertar para o respeito e para o cumprimento das regras de viver em sociedade porque até os mais inconscientes merecem uma segunda oportunidade.

Ass. RPR