O concurso para a construção da nova Unidade de Saúde de Santiago de Bougado foi publicado em Diário da República e tem como valor base do procedimento 2.230.795 euros. O projeto vai servir mais de 20 mil utentes.

Os utentes de Bougado vão ter que esperar 810 dias para ver pronto o Centro de Saúde de Santiago de Bougado, a partir do momento em que o Tribunal de Contas vise o contrato da empreitada. O concurso para a execução do projeto, há muito ansiado pela população, foi publicado no dia 8 de maio, em Diário da República.

Num investimento superior aos 2,23 milhões de euros, o novo edifício ficará situado na Travessa dos Carvalhinhos, no lugar da Samogueira, em Santiago de Bougado.
Ana Maria Tato, diretora do Agrupamento de Centros de Saúde de Santo Tirso e Trofa, afirmou estar “muito satisfeita” com o anúncio tendo em conta que já há muito tempo, tanto os profissionais de saúde do concelho como os utentes, reivindicavam por uma medida como esta.

A diretora acrescentou ainda que a notícia da nova Unidade de Saúde, que servirá cerca de 20 mil utentes do concelho da Trofa, chega em boa hora, “porque o edifício atual não oferece condições e o projeto novo contempla condições ideais quer para os profissionais, quer para os utentes”.

O projeto, que conta com a colaboração da Administração Regional de Saúde do Norte (ARS-Norte) – adjudicante do contrato, – vem colmatar muitas das carências do atual edifício.

Ana Maria Tato concluiu que “é com muita satisfação” que vê o Ministério da Saúde a avançar nesta obra tão aguardada.

Com a nova empreitada será possível oferecer cuidados médicos à população de Santiago, S. Martinho, Covelas e Muro e inclusive poderão utilizar também a nova Unidade de Saúde, os utentes de Ribeirão, dada a proximidade das localidades.