Novecentas e trinta e cinco foi o total de assinaturas que um grupo de guidoenses conseguiu juntar num abaixo-assinado contra a extinção da freguesia de Guidões, à luz da Reforma Administrativa.

No dia 29 de fevereiro, o abaixo-assinado seguiu por correio para a Presidente da Assembleia da República (AR), Assunção Esteves e para cada grupo parlamentar, assinado por elementos da comissão de luta contra a extinção da freguesia de Guidões. O abaixo-assinado estava acompanhado por um texto, em que os guidoenses justificam a sua posição: “Guidões é uma freguesia do concelho da Trofa com 4,7 quilómetros quadrados e com cerca de 1700 habitantes. É uma terra antiga, repleta de tradições e com uma história que orgulha os guidoenses. As gentes de Guidões são amigas e unidas. O nome de Guidões em freguesias é único em Portugal”.

No documento pode ler-se ainda que “depois do 25 de Abril de 1974, Guidões desenvolveu-se e cresceu com o poder autárquico tal como existe que, de forma geral, tem respondido aos anseios e expectativas das populações. Entendem os cidadãos desta terra não corresponder em virtudes para este povo a reforma administrativa (nem a primeira, nem a segunda) que o governo pretende. Bem pelo contrário, estão os guidoenses muito desgostosos e apreensivos pela intenção do governo de extinguir a sua freguesia, coisa que não aceitam”. 

Os guidoenses esperam que Assunção Esteves “faça todos os esforços e diligências no sentido de preservar a freguesia de Guidões, enquanto divisão política e administrativa deste País”.

{fcomment}