quant
Fique ligado

Edição 627

A Trofa está mais bonita, só que…

Publicado

em

Com o decorrer dos anos de autonomia municipal, o Concelho da Trofa, com os seus arranjos urbanísticos e paisagísticos está a ficar cada vez mais bonito. Já faz crescer a vontade de convidar os familiares e amigos de fora do concelho a visitarem e a passearem pelos novos espaços, mesmo que ainda falte muito para se poder dizer que cumprem os requisitos necessários para o seu bom funcionamento.
Inaugurar e depois terminar é uma característica dos diferentes poderes, sejam nacionais ou locais, para não se aludir às cerimónias de inauguração da mesma obra, muitas vezes ainda inacabada, por duas, três e até quatro vezes, principalmente em ano de eleições. Está dentro da normalidade daquilo que é considerado campanha eleitoral.
O Parque das Azenhas é um local aprazível, bonito e convidativo para uma agradável caminhada e convívio com a família e os amigos, pois é um equipamento que tem uma bonita paisagem junto à margem esquerda do Rio Ave, que esteve muitos anos escondido dos trofenses. Finalmente o rio foi devolvido à Trofa e às suas gentes, com algum bom gosto à mistura. É mais uma bonita obra inacabada, que já foi inaugurada, mas já se pode usufruir de uma boa parte deste aprazível equipamento emblemático.
As obras de requalificação dos parques Nossa Senhora das Dores e Dr. Lima Carneiro, transformaram aquele local numa bonita sala de visitas, para quem visita a Trofa e para os trofenses de todas as freguesias do concelho. Este renovado equipamento já foi inaugurado há muito tempo, embora haja necessidade de obras de melhoramentos, concretamente a abertura do canal para a passagem do metropolitano de superfície, mas também já se pode desfrutar deste espaço de referência para a Trofa.
A requalificação da zona da antiga estação dos comboios da Trofa transformou uma zona degradada, feia e abandonada há anos, numa verdadeira e bonita alameda, numa passerelle para os trofenses passearem com as suas famílias e amigos. Embora ainda faltem muitos melhoramentos, já houve uma festa de arromba, para a cerimónia oficial de inauguração da obra. Só que esta obra de referência, moderna e bonita, dispensava bem a colocação de uma placa alusiva à inauguração, com os nomes de todos os ilustres vereadores com pelouro. Se assim não fosse, e como a gratidão é um sentimento nobre, é óbvio que faltou na referida placa de uma pirosice atroz, o nome dos elementos da mesa da assembleia municipal e os deputados municipais que têm apoiado incondicionalmente o executivo camarário. Estes ilustres eleitos também mereciam que o seu nome ficasse gravado na referida placa de muito mau gosto.
Outras obras municipais têm embelezado o Concelho da Trofa, como a requalificação do espaço envolvente à Capela de S. Pantaleão, na freguesia do Muro, os arranjos urbanísticos do Monte de Santa Eufémia, em Alvarelhos e do Monte de S. Gens, em Santiago de Bougado, e outras obras municipais que fazem com que a Trofa esteja cada vez mais bonita. Sem dúvida!
Mas enquanto a Trofa não tiver uma verdadeira estrada alternativa à EN14, uma estrada circular à cidade, o edifício sede da Câmara Municipal, a Rotunda da Carriça, um pavilhão gimnodesportivo, equipamentos desportivos e culturais (espalhados por todas as freguesias), o metropolitano de superfície, uma rede eficiente de transportes concelhios e metropolitanos (que sirvam os trofenses de todas as freguesias, sem exceção), enquanto o Concelho da Trofa não tiver este tipo de infraestruturas e equipamentos, poderá a Trofa estar mais bonita, mas nunca a Trofa será um concelho modelo, um concelho exemplar, um concelho atrativo, que atraia investimento e pessoas, tão necessários ao seu desenvolvimento e ao bem-estar das populações
Quase duas décadas depois de a Trofa ter tido a sua autonomia, e muitos milhões de euros delapidados, ainda há muito por fazer. Hoje, que amanhã já é tarde!

moreira.da.silva@sapo.pt
www.moreiradasilva.pt

Continuar a ler...
Publicidade
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

Edição 627

“Ponha-se a andar” para ajudar o Samuel

Publicado

em

Por

caminhada muro

Dar cor e movimento à freguesia do Muro, ao mesmo tempo que se apela à solidariedade é o objetivo da caminhada, que tem o ponto de partida e a meta na Sede da A. R. J. Muro, no edifício da Junta de Freguesia do Muro. Quinze minutos antes da caminhada, que tem início às 9.30 horas, há uma aula de aquecimento para ativação corporal.
O percurso tem uma dificuldade de grau médio/baixo, com 7,5 quilómetros de distância, “por caminhos pouco usados, que levam as pessoas a conhecer sítios e paisagens que habitualmente passam despercebidos à comunidade”, explicou a organização.
As inscrições podem ser feitas até 24 de junho, na sede da A. R. J. Muro ou junto dos membros da direção. A caminhada tem um custo de três euros, sendo que um euro reverte a favor de Samuel Marques da Costa. A organização oferece uma t-shirt da caminhada e uma garrafa de água a cada participante. Mais informações podem ser obtidas na sede da associação, na página de facebook (Associação Recreativa Juventude do Muro) ou no e-mail a.r.j.muro@hotmail.com.
Samuel da Costa é um menino de três anos que nasceu saudável, mas por negligência médica ficou com uma paralisia cerebral, tendo ficado apenas a ouvir. Ao fim de dois anos e meio de espera, os pais conseguiram que o filho fosse chamado para realizar tratamentos para a paralisia cerebral, na Tailândia.
A esperança está nos tratamentos com células-tronco e a Beike Biotechnology e o Better Being Hospital, na Tailândia, depois de analisarem as informações médicas, concluíram que o caso é tratável. A notícia foi recebida pela família a 13 de abril e desde 15 de maio que Samuel está na Tailândia a receber os tratamentos.

caminhada muro
O neto do murense Crisanto Marques vai receber, “durante cerca de um mês”, “seis injeções de células-tronco  mesenquimais do cordão umbilical”, sendo que o início dos tratamentos só foi possível com “as diversas iniciativas solidárias de angariação de fundos”, que recolheram “cerca de 45 mil euros”, informou Natália Marques da Costa, mãe de Samuel, na sua página de Facebook Juntos Pelo Samuel. Também na página da rede social, a família tem atualizado os desenvolvimentos do tratamento, referindo que “está tudo a correr dentro do previsto”.

Continuar a ler...

Edição 627

“Sabias que…” começou com Moutinho Duarte

Publicado

em

Por

Dinamizar o Polo Cultural e ao mesmo tempo partilhar o conhecimento e a história do concelho são os objetivos do ciclo de tertúlias “Sabias que…”, organizado pela Junta de  Freguesia de S. Cristóvão do Muro. O professor Moutinho Duarte foi o primeiro orador convidado, na iniciativa que decorreu a 2 de junho, no Salão Nobre da Junta de Freguesia do Muro.
“Quem tiver curiosidade sobre algum tema, o professor Moutinho, melhor do que ninguém, pode esclarecer”, referiu Carlos Martins, presidente da Junta de Freguesia do Muro. A ideia das tertúlias é fazer com que os participantes possam aproveitar a oportunidade para falar sobre temas do seu interesse ou para que adquiram novos conhecimentos sobre temas que não conheciam.
Carlos Martins considera que “estas coisas correm sempre bem”, porque destinam-se às “pessoas que gostam e que estão interessadas e às que não conheciam os temas, mas que querem conhecer”. Segundo o presidente da Junta de Freguesia, participaram na primeira sessão “cerca de 40 pessoas”, sendo que  “a ideia é não passar muito desse número para que as pessoas possam também falar e para que haja interação”, explicou.
Uma outra sessão, que vai abordar “mais ou menos os mesmos temas”, ou seja, a “história da freguesia, da localidade e do concelho”, já está a ser pensada. A organização afirma que, depois, podem ser agendadas outras sessões “com pessoas com conhecimento em determinadas áreas”.
No final da tertúlia, os presentes cantaram os parabéns ao professor Moutinho Duarte, que fez 73 anos, a 3 de junho.

Continuar a ler...

Edição Papel

Comer sem sair de casa?

Facebook

Farmácia de serviço

 

arquivo

Neste dia foi notícia...

Ver mais...

Covid-19

Pode ler também

} a || (a = document.getElementsByTagName("head")[0] || document.getElementsByTagName("body")[0]); a.parentNode.insertBefore(c, a); })(document, window);