Após 115 ralis disputados na sua carreira, o vizelense Vítor Lopes (Subaru Impreza) estreou-se a vencer no Campeonato de Portugal, no Rali Serras de Fafe. O trofense Jorge Carvalho conquistou o 5º lugar na geral.

A terceira ronda do Campeonato de Portugal de Ralis (CPR) foi disputada no fim de semana, no Rali Serras de Fafe, organizado pela Demoporto. Frio, chuva e muito nevoeiro à mistura foram as condições que S. Pedro disponibilizou aos pilotos que disputaram a prova. Mesmo com condições adversas, o público não se intimidou e marcou presença em bom número ao longo das especiais que, outrora, receberam a caravana do Mundial de Ralis.

O ditado “água mole em pedra dura, tanto bate até que fura” assenta que nem uma luva a Vítor Lopes. Foram precisos 115 ralis para o experiente piloto de Vizela carimbar a sua primeira vitória no campeonato. Um triunfo justo, já que Lopes foi o piloto que melhor se adaptou às difíceis condições dos troços, que estavam muito escorregadios e extremamente duros, o que ditou a desistência de uma boa parte dos concorrentes.

O 2º classificado acabou por ser Vítor Pascoal (Mitsubishi Lancer Evo 10), dado que nunca apresentou argumentos para lutar taco a taco com Vítor Lopes.

Pedro Peres (Mitsubishi Evo 9) bem tentou inverter o rumo da prova, mas à medida que Lopes ia vencendo especial atrás de especial, o piloto optou por refrear o andamento e assegurar o 3º lugar final.

Em 4º terminou o açoriano João Silva (Renault Clio R3 Maxi), que efetuou uma boa prova, tendo em conta as condições meteorológicas, porque estava num carro de apenas duas rodas motrizes.

Carlos Oliveira, que é navegado pelo trofense Jorge Carvalho (filho), fez uma prova sem grandes sobressaltos, optando por uma toada calma e sem cometer erros, porque o que era de facto importante era terminá-la para amealhar mais alguns preciosos pontos correspondentes ao 5º lugar final.

O exuberante Júlio Bastos bem conhecido dos adeptos dos ralis, protagonizou momentos de puro espetáculo com seu BMW M3, andando por vezes mais para o lado do que para frente. Mas mesmo assim, deu para vencer o Regional Norte e ainda conquistar a vitória na Taça de Portugal de Ralis.

O CPR vai agora deixar o Continente e assentar nas ilhas, primeiro nos Açores para se disputar o Sata Rali Açores, de 4 a 6 de julho, e na Madeira para o Rali Vinho da Madeira de 4 a 6 de agosto.

 

Miguel Mascarenhas

Marco Monteiro

 

{fcomment}