Evitar os alarmismos

          O Trofense não teve um início de época feliz e o calendário não ajudou.

           Jogámos com alguns adversários fortes julgando que eram fracos e tivemos deslocações muito difíceis, tal como pode verificar-se pela classificação e peos lugares que essas equipas ocupam.
          A verdade é que este início de época vem criando uma ansiedade muito grande à equipa e que nasceu desde o segundo jogo da prova.
          Se aceitámos, com naturalidade, a derrota no estádio do Sportig, não foi fácil engolir o resultado do primeiro jogo em casa com um adversário que considerámos do "nosso campeonato".
          Todas as equipas que jogaram com o Trofense estão bem colocadas na classificação e, apesar de poderem existir exbições menos conseguidas, o Trofense está a tempo de conquistar muitos pontos, os necessários e suficientes para se aguentar no escalão principal do nosso futebol.
          Apesar de tudo, umaa vitória, que já justificámos, colocar-nos-á, em termos de classificação, alguns lugares acima do último classificado.
          Há que acreditar porque ainda é tempo e os responsáveis não deixarão de tomar medidas para que a situação se altere radicalmente porque a equipa não é tão fraca como a classificação possa idiciar.
          O Trofense é o nosso maior motivo de orgulho. Todos nós gostamos de ver, semanalmente, a Trofa ser falada nas televisões e, quase diariamente nos jornais.
         Apesar de termos outros clubes e associações que muito nos honram e que dignificam o nome da Trofa, o Clube Desportivo Trofense continua a ser a instituição que mais projecta a Trofa.
          A Trofa é falada diariamente em  todo o país graças ao Trofense.
          Até ao momento, temos razões para estarmos preocupados mas não penso que seja caso para "atirar a toalha ao chão". Melhores dias virão e o Trofense aida nos vai proporcionar muitas alegrias.
          Todos nós temos os nossos momentos de desânimo, mas os responsáveis pelo clube não têm tempo para isso. A julgar pelos acontecimentos, não parece que tenham desistido de lutar. Pelo contrário, parece que desistir é palavra que não se usa os corpos gerentes do clube.
          A votade de vencer já foi amplamente demonstrada pelos actuais dirigentes.
          Acredito que o novo técnico irá trazer nova alma à equipa sem desconsideração pela equipa técnica anterior. Traz nova atitude e não está identificado com as anteriores derrotas. Poderá trazer a pontinha de sorte que nos tem faltado em certos momentos.
          É nestas fases que o apoio dos sócios e adeptos mais deverá fazer-se sentir. Por ser uma fase nova e porque pode, decisivamente dar a volta aos acontecimentos e aos resultados-
          Muito mais que o desânimo, importa analisar a frio o que têm sido os jogos do Trofense para podermos concluir que há erros que não se coeterão eternamente e a sorte do jogo, que nos tem faltado poderá aparecer em momentos decisivos.
          Este é um dos momentos em que o apoio não pode faltar.

                                                        Afonso Paixão