quant
Fique ligado

Trofa

5 grandes tendências do mundo digital

Publicado

em

Das profissões 100% digitais aos negócios de ‘e-commerce’, nestes últimos anos cada vez mais as tendências são claras: o mundo offline está a ligar o botão online.

A mudança de paradigma tem sido suportada, principalmente por 5 grandes sectores: E-commerce, Poker e eSports (Videojogos, Consolas, etc), Plataformas de vídeo e Stream (YouTube, Twitch, Facebook Live, etc), Profissionais Digitais (influencers e Marketing Digital) e pelo Remote Work (ainda que esta seja uma área mais recente).

Essa diversidade mostra que existem conteúdos para todos os gostos, novos canais para explorar, novas formas de negócio e plataformas de comunicação alternativas. Com efeito, vejamos então como cada uma delas contribui para o crescimento deste mundo digital.

5 grandes tendências do mundo digital

E-commerce

E-commerce = comércio eletrónico. Por outras palavras, significa gerir um negócio online. Refere-se à venda e compra de bens e serviços pela Internet, em que a troca de dinheiro e dados ocorre por meio de redes de pagamento próprias para executar uma transação.

Os grandes benefícios do e-commerce para os consumidores são:

  • Permite que os clientes encontrem facilmente produtos através de motores de busca próprios das marcas;
  • Ajuda a encontrar produtos com antecedência, comparar preços, conhecer opiniões e testemunhos de compra.

Por outro lado, para os grandes retalhistas e marcas os principais benefícios são:

  • Posicionar a marca e criar pegada digital;
  • Atingir potenciais clientes sem investir grandes somas;
  • Analisar perfis e comportamentos de compra;
  • Promover produtos e serviços;
  • Oferecer novos canais de comunicação para o contacto com os consumidores.

Com efeito, a principal missão é então facilitar as transações de produtos e serviços entre marcas e consumidores. No fundo, é agilizar processos e transmitir comodidade e conforto para o cliente final.

Em Portugal, e no ano de 2019, 44,8% das intenções de compras foram online.

Publicidade

iGaming e eSports

O iGaming tem provado a nível mundial que veio para ficar junto dos utilizadores mais ávidos dos jogos online. Cada vez esta indústria tem vindo a criar secções para cada uma das áreas das suas comunidades e apostado na vertente online multijogador. Prova dessa força, é o facto de ser uma área que galopa a um ritmo impressionante. Só em Portugal, em 2019, foram registados cerca de 150 mil novos jogadores.

Nessa área, o Poker é o desporto predominante.

Esse facto também acontece porque as marcas têm vindo a trabalhar afincadamente para promover um entretenimento responsável – ou seja, proporcionar uma experiência positiva e divertida a todos os jogadores, sejam eles iniciantes ou não.

Relativamente aos eSports, o facto de terem milhares e milhares de seguidores, fez com que as marcas, sabendo do potencial da área, investissem em parcerias e em marketing para maximizar a sua notoriedade junto do público. Estes investimentos contribuíram para o rápido crescimento da receita e influência desta área no setor digital.

Prova disso, e em 2019, este mercado mundialmente teve um aumento anual dos videojogos em 3% e gerou mais de 120 mil milhões de dólares.

Em Portugal, segundo as estatísticas, cerca de 10 mil são atletas amadores e estão distribuídos por diversos clubes, equipas especializadas ou então simplesmente em nome próprio.

Publicidade

A título de curiosidade, os jogos de eSports mais populares são o FIFA, Fortnite, Counter Strike, Call of Duty ou League Of Legends.

Plataformas de Vídeo e Stream

Com todas as mudanças de canais de distribuição de informação, as plataformas de vídeo e streaming foram ganhando destaque e… adeptos!

É verdade, atualmente muitos são os canais de vídeo que são a base de trabalho de muitos vloggers ou youtubers. Férias, Casa, Tecnologia, Vida Pessoal ou lifestyle são o conteúdo de muitos deles. Face a visualizações e aos sistemas de monetizar, abriram completamente outra categoria profissional.

Relativamente ao streaming, a base de trabalho acabam por ser os videojogos. Muitos foram os gammers que criaram séries e episódios referentes a videojogos específicos. Com os seguidores que foram acumulando e notoriedade atingida, começaram a atrair marcas e editoras da indústria que procuravam parcerias para promover os seus produtos. Essarelação acaba por ser win-win, uma vez que os streamers recebem os produtos em primeira mão e as marcas conseguem chegar ainda mais utilizadores.

Por vezes, estes dois mundos misturam-se e acabam por se complementar e usufruírem das vantagens de cada um (contudo, podem existir diferenças entre profissões).

Profissionais Digitais

Num mundo claramente virado para a área digital e para um marketing mais incisivo e próximo dos dispositivos dos consumidores é natural que esta área comece a ser vista como um potencial caminho profissional. Além disso, há cada vez mais pessoas a trabalhar na internet e a obter novas fontes de rendimento.

Publicidade

A transformação digital é um dos principais fatores que levam as organizações a repensar o modo como conduzem os seus negócios. Isso tem feito que áreas como o Marketing Digital e Influencer Marketing tenham tido um boom.

Por outras palavras, o facto de os consumidores estarem cada vez mais online, obriga as marcas a contratarem profissionais mais qualificados nessa vertente. E claro, procurem líderes de opinião ou influencers para expandir os seus canais digitais e trabalhar de uma forma mais pessoal e próxima dos consumidores.

Será que este futuro digital é temporário?

A resposta até poderia incorrer em dúvida, mas a verdade é que já representa uma grande fatia das tendências sociais. A evolução humana e tecnológica não para e a transição para novas formas de interação é a prova disso.

Quando menos esperarmos, estamos a caminhar a um ritmo galopante nas plataformas e canais digitais!

Continuar a ler...
Publicidade

Trofa

Meninos Cantores vão andar “por terras de Portugal” em concerto no auditório de S. Martinho

Os Meninos Cantores do Município da Trofa vão dar um concerto, esta sexta-feira, no auditório da Junta de Freguesia de Bougado, em S. Martinho.

Publicado

em

Por

Os Meninos Cantores do Município da Trofa vão dar um concerto, esta sexta-feira, no auditório da Junta de Freguesia de Bougado, em S. Martinho.

“Por terras de Portugal” é o epíteto do espetáculo onde serão apresentadas canções tradicionais portuguesas das várias regiões do país.

O concerto tem início marcado para as 21h30.

Continuar a ler...

Lifestyle

E-Sports e jogos online continuam em crescimento

Publicado

em

Por

Os jogos online estão em ascensão, mas para se compreender o futuro, é necessário olhar para o passado. Mas, para falar sobre a história dos videojogos, temos de começar por abordar os jogos da arcada. Na verdade, se é mesmo fã dos jogos online, saiba que pode jogar bingo online dinheiro real, um autêntico regresso ao passado. A década de 80 ficou marcada pelas máquinas de jogos e pelos “gameboys”. Os videojogos ganharam o seu lugar na sociedade. Mas não pararam por aí. O desenvolvimento dos primeiros computadores e da Internet deu origem ao “boom” mais significativo. Os anos 90 trouxeram o clássico jogo de cartas “Solitário” e os jogos para a “Playstation”. Nessa época, o mundo dos videojogos começa a fervilhar, sobretudo pela facilidade que a Internet trouxe. 

Em 2000, o nome “Sims” tornou-se popular. Surgiram ainda vários jogos para consolas e até novos aparelhos, tais como a Xbox, a Nintendo e a Nintendo Wii Fit. 10 anos depois, os “smartphones” tornaram possível jogar em qualquer lugar e a qualquer hora. Eram considerados uma espécie de computador de jogos que cabia no bolso. Este foi mais um ponto de viragem: a produção dos “smartphones”. E é exatamente nos telemóveis que se tem notado o maior crescimento nos jogos online. De acordo com os dados do Newzoo, em 2020, o mobile (“smartphones” e “tablets”) assumiram a liderança nos ganhos, com cerca de 82 mil milhões de euros, seguido pelas consolas, com quase 49 mil milhões de euros, e os computadores, com 36 mil milhões de euros. Neste setor, os jogos que foram surgindo tornaram-se verdadeiros fenómenos. Por exemplo, o jogo Angry Birds (em 2009) ou o Pokemón Go (em 2016). Este último chegou a ultrapassar os 500 milhões de “downloads”.

 

Em 2018, um artigo da Reuters referia que “os jogos são a forma de entretenimento favorita do mundo, já que a indústria de jogos gerou mais receita no ano passado do que a TV, os filmes e a música”. O mesmo artigo destacou ainda que as outras formas de entretenimento estavam em declínio. “A receita da TV caiu 8 por cento no ano passado – as vendas do setor de jogos estão aumentando a uma taxa anual de 10,7 por cento. Parte do maior crescimento vem de mercados relativamente novos, como a China, onde as vendas de jogos estão subindo 14 por cento ao ano”, pode ler-se.

Diversos estudos apontam o ano de 2020 como um ano de maior crescimento na indústria dos jogos online. Acredita-se que a pandemia de COVID-19, que consigo trouxe o isolamento social, fez com que os jogos aumentassem as suas receitas. Já este mês, a China concedeu novas licenças para jogos online pela segunda vez este ano, uma decisão que impulsionou as ações das gigantes de tecnologia neste mercado. Foram 60 novos jogos aprovados, depois de um lote inicial em abril, informou a Administração Estatal da Imprensa e Publicação ao Expresso.

Recorde-se que em julho de 2021, Pequim congelou o processo de licenciamento de jogos online e no mês seguinte, as autoridades impuseram ainda um limite de três horas por semana para menores de 18 anos jogarem online. Ou seja, as previsões de futuro para esta indústria mantêm-se idênticas ao panorama atual: crescimento sustentado, mas agora pais e filhos jogam juntos. Além disso, várias marcas também já estão a implementar os jogos na sua estratégia de marketing. Por exemplo, recentemente, o Boticário apresentou uma loja dentro de um jogo e o MCDonald ‘s inaugurou duas unidades virtuais (uma no Minecraft e outra no The Sims 4).

Continuar a ler...
EuroRegião Talks

Inscrições EuroRegião Talks

Edição Papel

Comer sem sair de casa?

Facebook

Farmácia de serviço

 

arquivo

Neste dia foi notícia...

Ver mais...

Covid-19

Pode ler também