quant
Fique ligado
homenagem-padre-Manuel-no-M homenagem-padre-Manuel-no-M

Edição 418

33 anos de serviço às paróquias de S. Mamede de Coronado e Muro

Publicado

em

homenagem-padre-Manuel-no-M

Padre Manuel Domingues homenageado

 S. Mamede e Muro “aperaltaram-se” para homenagear o sacerdote pelos 33 anos de serviço à comunidade. O trabalho desenvolvido pelo sacerdote não foi esquecido pela população que aderiu em massa às cerimónias a ele dedicadas.

 “Sinto uma alegria enorme no meu coração por ver estas pessoas que desejam participar nesta cerimónia”. Foi assim que Manuel Domingues manifestou a sua gratidão pela homenagem que as paróquias de S. Mamede e S. Cristóvão do Muro lhe prestaram.

Em S. Mamede do Coronado, na tarde de sábado (6 de abril), a população encheu a igreja para assistir à eucaristia e, depois, rodeou o Largo Padre Joaquim de Sousa Ferreira e Silva para assistir à inauguração do busto de Manuel Domingues, que eternizará as mais de três décadas de compromisso com a paróquia.

A “ideia” de homenagear o sacerdote surgiu ainda antes de Manuel Domingues dar entrada no hospital com problemas de saúde. “No momento em que ele saiu, chegamos a falar e a população também mostrou disponibilidade para homenagear aquilo que foi a entrega deste homem, dizendo-lhe um obrigado muito singelo e simples, mas cheio de sentido e de significado. Graças a Deus, acabou por acontecer hoje (sábado)”, referiu o padre Rui Alves, que o substituiu há oito meses.

A homenagem, que contou com um “envolvimento muito grande” da população, foi agendada para uma data próxima da do aniversário de Manuel Domingues para que também signifique um presente das paróquias. “Por muito que digamos algo acerca de uma pessoa, ficamos sempre aquém daquilo que a pessoa significa e representa. Na verdade, é um obrigado num sítio que, para nós crentes em Jesus Cristo, é privilegiado, que é o altar do Senhor, onde celebramos a eucaristia. E acabamos por traduzir esse agradecimento neste perpetuar, com o busto que descerramos”, explicou.

Manuel Domingues não escondeu a gratidão pela homenagem: “A presença das pessoas significa o carinho e a ternura que tiveram e têm por mim, não só durante o meu trabalho como pároco mas sobretudo em qualquer ocasião”.

Publicidade

 homenagem-padre-manel-busto

População repôs busto furtado de pároco Joaquim Silva

A paróquia de S. Mamede do Coronado também aproveitou para repor o busto de Joaquim de Sousa Ferreira e Silva, furtado há um ano. Este pároco serviu a comunidade por mais de seis décadas e jaz no cemitério da freguesia.

O sobrinho, D. Serafim de Sousa Ferreira e Silva, bispo emérito de Leiria Fátima, também esteve em S. Mamede e colocou uma coroa de flores no jazigo do pároco. “O padre Joaquim de Sousa Ferreira e Silva nasceu num lugarito chamado Ferreiró, da freguesia de Santa Maria de Avioso, concelho da Maia. Foi ordenado sacerdote em 1913 e veio logo para aqui. Muitas vezes foi convidado para uma freguesia maior e, sem nunca desobedecer ao bispo, dizia-lhe que gostava tanto deste povo e que estava convencido de que o povo também gostava dele. Aqui foi ficando até partir”, contou.

Em S. Mamede fez “a escola de S. João” e foi “iniciador” ao construir “alguns caminhos”. “Fez muitas coisas de ordem material, mas, sobretudo, de ordem espiritual. Ele era muito devoto, nomeadamente da Eucaristia, de Nossa Senhora, e fomentava as vocações sacerdotais. O atual pároco de Santo Tirso, Celestino, é filho desta terra, e foi pelas mãos dele que foi para o seminário”, acrescentou.

Depois da homenagem seguiu-se um jantar convívio da paróquia. A cerimónia e a inauguração de um novo busto de Manuel Domingues também aconteceram no Muro, na manhã de domingo.

Continuar a ler...
Publicidade
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

Edição 418

Dia dos Monumentos assinalado com protocolo para investigação do Castro de Alvarelhos

Publicado

em

Por

Faculdade de Letras da Universidade do Porto vai investigar o Castro de Alvarelhos. Dia dos Monumentos vai ficar marcado com assinatura de protocolo da instituição com a autarquia da Trofa.

 A Câmara Municipal da Trofa e a Faculdade de Letras da Universidade do Porto vão assinar um protocolo de colaboração para a investigação do Castro de Alvarelhos. É desta forma que a Trofa assinala o Dia dos Monumentos e Sítios, a 18 de abril, quinta-feira.

O protocolo, que vai ser assinado pelas 10.30 horas, na Casa da Cultura, visa a “realização de estudos científicos e de investigação, com vista à divulgação, salvaguarda e valorização deste sítio arqueológico e respetiva zona especial de proteção”.

As comemorações estendem-se a ações de sensibilização acerca do património concelhio nas escolas da Trofa, de 15 a 19 de abril. Estas atividades vão ao encontro do que foi proposto pela Direção-Geral do Património Cultural que estipulou como tema para este ano “Património + Educação = Identidade”.

Para o dia 20 de abril está marcada uma visita guiada aos vários castros que integram a Rede de Castros do Noroeste Peninsular: Alvarelhos, Terroso (Póvoa de Varzim), Monte Padrão (Monte Córdova, Santo Tirso) e Sanfins (Paços de Ferreira). A visita pressupõe uma inscrição prévia, que pode ser feita através do email patrimoniocultural@mun-trofa.pt ou do número 252400090.

Continuar a ler...

Edição 418

Maratona “12 horas Solidárias”

Publicado

em

Por

No dia 20 de abril, o esforço dos que farão exercício físico na Academia Municipal da Trofa (Aquaplace), para além de uma recompensa pessoal, vai ter um sentido solidário.

No Aquaplace, as “12 Horas Solidárias” começam ao meio-dia e os interessados em participar tem que doar, pelo menos, um bem alimentar. Para as aulas de spinning, o “bilhete de entrada” é salsichas, atum ou azeite, enquanto os que preferirem as atividades aquáticas terão que levar arroz, massa, farinha ou bolachas. As aulas de grupo exigem a doação de açúcar, grão-de-bico ou cereais. Os bens recolhidos pela academia municipal serão entregues em várias instituições de solidariedade do concelho da Trofa.

As primeiras aulas começam às 12 horas com aulas de natação, masterclas, spinning, seguindo-se uma hora de regime livre, com insufláveis para os mais pequenos se divertirem.

Para as 14 horas estão agendadas aulas de hidrobike, pilates e ainda a opção regime livre. Das 15 horas às 16 horas, realizam-se aulas de hidrokids, batismo de mergulho, danças de salão, judo kids e body vive.

Pelas 16 horas, segue-se mais uma hora de hidrobike 3/4, batismo de Mergulho, Jump, Kickboxing e Ginástica para alunos com mais de 55 anos. Jogos lúdicos, deep water, uma aula de spinning e ainda uma sessão de step serão outras sessões a decorrer.

Às 18 horas, começam as aulas de hidroduplas, yoga, karaté, localizada e há a opção de regime livre. Pelas 19 horas, inicia-se uma hora de regime livre, uma aula de aqua boot camp e ainda uma aula de body combat e a partir das 20 horas, as aulas são dedicadas ao spinning, hidrobike 5/6, batismo de mergulho, e ainda de body pump.

Às 21 horas começam as aulas de aqua versa, training, batismo de mergulho, mix, judo e ainda killerkilos. Perto do fim, pelas 22 horas decorre uma hora de hidro baile, opção de regime livre e ainda uma aula de ritmos calientes. Para encerrar as 12 horas solidárias, das 23 às 24 horas realiza-se uma mega aula de hidro e ainda atividades em regime livre. 

Publicidade
Continuar a ler...

Edição Papel

Comer sem sair de casa?

Facebook

Farmácia de serviço

 

arquivo

Neste dia foi notícia...

Ver mais...

Covid-19

Pode ler também

} a || (a = document.getElementsByTagName("head")[0] || document.getElementsByTagName("body")[0]); a.parentNode.insertBefore(c, a); })(document, window);