A Assembleia Geral da ONU declarou, em dezembro de 2010, que 2013 será o Ano Internacional para a Cooperação pela Água.

 Sabia que “cerca de 11 por cento da população mundial” não possui acesso à água potável? E que “37 por cento” vive sem redes de esgoto?

“Setenta por cento da Terra” é constituída por água, mas apenas “pouco mais de 2 por cento do recurso” está disponível na superfície do planeta para ser usado pelo homem. Segundo a ONU – Organização das Nações Unidas, a quantidade seria “mais do que suficiente” para que toda a população vivesse de forma digna, se não houvesse tanto “desperdício e poluição do recurso no mundo”. De forma a “tentar mudar esta realidade” e de “chamar a atenção da sociedade civil, empresas e governos para este facto e, assim, tentar melhorar os índices de acesso à água potável e ao saneamento básico no planeta”, a ONU proclamou 2013 como o Ano Internacional da Cooperação pela Água.

A ideia passa por promover “eventos e discussões”, durante esses 12 meses, que ajudem a encontrar “soluções” para combater, entre “outros problemas graves”, a ausência de acesso à água potável para cerca de 11 por cento da população mundial, a falta de redes de esgoto para 37 por cento das pessoas que vivem no planeta e a morte de cerca de “cinco mil crianças, por dia, por conta de doenças diarreias causadas pela falta de acesso à água de qualidade”.

Durante 2013, vai ser destacado “a educação da água, diplomacia da água e formular novos objetivos para o desenvolvimento dos recursos hídricos que sejam verdadeiramente sustentáveis”. Aliado ao Dia Mundial da Água, que é realizado anualmente em 22 de Março, como forma de “chamar a atenção para a importância da água doce e defender o manejo sustentável dos recursos hídricos”, a organização vai organizar “grandes campanhas para que todos possam participar em 2013”. O tema é “inédito”, o que ressalta a “importância primordial e confere particular relevância a este 20º Dia Mundial da Água”. A celebração oficial será oferecida pelo Governo dos Países Baixos, em Haia.

Para comandar os preparativos para o Ano Internacional 2013 e o Dia Internacional da Água, as agências membros do Grupo ONU-Água nomearam a UNESCO, visto que, o seu mandato , é multidimensional e engloba “as ciências sociais e naturais, a cultura, a educação e a comunicação, e os seus programas significativos e de longa duração que contribuem para o manejo dos recursos de água doce do mundo, como o Programa Hidrológico Internacional”.

A Campanha Cooperação pela Água 2013 terá como foco cinco objetivos estratégicos, que passam pela “consciencialização para a importância, os benefícios e os desafios da cooperação em questões relacionadas à água, gerar conhecimento e construir capacidades em prol da cooperação pela água, provocar ações concretas e inovadoras em prol da cooperação pela água, fomentar parcerias, diálogo e cooperação pela água como prioridades máximas, mesmo após 2013 e fortalecer a cooperação internacional pela água para abrir caminho para os objetivos de Desenvolvimento Sustentável defendidos por toda a comunidade que trata sobre água e atendendo às necessidades de todas as sociedades”.

A cooperação pela água é crucial, já que ajuda a superar a desigualdade no acesso à água potável e assim contribuir para a erradicação da pobreza, a igualdade social e a igualdade de género e para a melhoria das condições de vida e chances de educação principalmente de mulheres e crianças. Visto que “todas as atividades económicas dependem da água”, esta cooperação pode levar a um “uso mais eficiente e sustentável dos recursos hídricos como, por exemplo, por meio de planos de manejo compartilhado que criam benefícios mútuos e melhores padrões de vida”.

Caso queira ficar a par das atividades que vão decorrer durante o ano de 2013 pode visitar o site (http://www.unwater.org/watercooperation2013/) ou então o facebook da iniciativa (https://www.facebook.com/UNWorldWaterDay).