“Dois dias muito positivos e interessantes para pais, alunos, professores e comunidade em geral.” Esta era a opinião unânime dos cerca de 140 estabelecimentos de ensino que participaram na I Mostra Pedagógica de Vila Nova de Famalicão. A iniciativa promovida pela Câmara Municipal decorreu quinta e sexta-feira, no centro da cidade e reuniu escolas do ensino básico, secundário e profissional, universidades e politécnicos, instituições de solidariedade social e entidades públicas, como a GNR e o Exército Português.

 Ao longo dos dois dias do evento, todas as instituições tiveram oportunidade de mostrar as suas actividades aos visitantes, com a promoção de ateliers dedicados à pintura, à escultura, às ciências, à química, à biologia, entre outras disciplinas. Mas houve ainda tempo para participar em jogos tradicionais, actividades radicais e assistir a peças de teatro e espectáculos de dança e de música. E enquanto os alunos da Escola de Formação Profissional de Cabeleireiro, Dourocab, se ofereciam para fazer um penteado moderno, os alunos da Didáxis Cooperativa de Ensino de Vale S. Cosme, ofereciam crepes e outras especialidades do curso de culinária.

“Esta é uma excelente forma das escolas mostrarem as suas potencialidades e ao mesmo tempo cativarem os jovens, divulgando as suas actividades”, referiu a propósito o presidente da Câmara Municipal, Armindo Costa. O autarca que visitou todos os stands presentes no evento, mostrou-se muito satisfeito com a participação maciça das escolas. “Estão aqui presentes as várias escolas existentes no concelho, mas não só, estão aqui também instituições provenientes de Barcelos, Guimarães, Fafe, Porto, Braga e Maia, entre outras, que são uma alternativa para os jovens famalicenses”.

Armindo Costa referiu ainda que “o sucesso da escola é um trabalho de todos, da comunidade escolar, das famílias, das empresas e de todos aqueles que se relacionam directa ou indirectamente com o sistema educativo.”

Em jeito de balanço, o presidente da Câmara Municipal considerou a Mostra Pedagógicaum sucesso, pois cumpriu com os objectivos delineados: as escolas abriram-se à comunidade, mostraram as suas potencialidades edivulgaram as várias oportunidades de inserção na vida activa”.