Bernardino Vasconcelos exige participação dos trofenses

“Cumpri a promessa de pôr à consideração dos trofenses uma localização para os Paços do concelho com três alternativas a escolha”, no entanto, as votações têm ficado aquém das expectativas de Bernardino Vasconcelos, presidente da autarquia trofense. 

Foram apresentadas a 15 de Outubro as maquetas que apresentam as três propostas para a localização do edifício dos Paços do concelho.

As três localizações propostas pela autarquia são os terrenos do actual parque de estacionamento do Parque de Nossa Senhora das Dores, uma zona nas imediações da actual estação de comboios da CP e os terrenos de uma antiga unidade industrial, a Feruni, na zona sul da cidade, em Santiago de Bougado, nas traseiras das actuais instalações do pólo I. Todas as propostas situam-se nas imediações da futura linha do Metro do Porto que servirá o concelho da Trofa.

No entanto, e depois de tanta polémica e discussão à volta do tema, os trofenses não têm formalizado as suas opiniões.

“Pedimos que a participação dos trofenses fosse maciça, até para nós termos uma indicação clara daquilo que era a vontade de todos. Mas eu verifico que a afluência à participação não é tão grande quanto aquela que gostaria que fosse, aliás eu penso que até é muito pequena, o que é pena”, frisou Bernardino Vasconcelos.

O edil lembrou ainda “alguns chamados lideres de oposição que levantavam questões sobre a localização da Câmara, lançaram até boatos sobre o parque Nossa Senhora das Dores, que a capela era derrubada, sobre a festa não ser mais possível fazer-se no parque. Vejo agora que esses mesmos lideres de oposição estão calados e não estimulam as pessoas a participar”, afirmou.

Cumprida a promessa de pôr à discussão a localização dos futuros Paços do concelho, Vasconcelos reclama agora a participação dos trofenses em massa.

“Eu peço às pessoas que participem, mostrem a vossa vontade quer por email, quer por escrito em carta endereçada ao presidente da Câmara, quer ainda no local onde está a maquete há um papel onde as pessoas podem escrever a sua vontade”, afirmou.

Até 04 de Janeiro, as três maquetas vão percorrer as oito freguesias do concelho, tendo os munícipes a possibilidade de dar a sua opinião por correio electrónico, para o endereço paços.concelho@mun-trofa.pt , por carta, dirigida ao presidente da autarquia, ou por telefone, para a Divisão de Planeamento e Urbanismo.

No final “seguirei aquilo que é o sentir da população. A minha opção será resultado do sentir da população. Mas é necessário que essa opinião seja expressiva, para que tenha força”, reiterou.