trofense.jpg

 

 

 

 

 

 

Com apenas dois pontos de vantagem sobre o União da Madeira, ao Trofense só interessava a vitória para se manter na liderança do campeonato.

O Vilaverdense não facilitou, mas a luta constante da equipa foi premiada com um golo de Reguila.

Correndo o risco de ser ultrapassado pelo União da Madeira, o líder da série A, da 2ª divisão não podia perder pontos frente à formação do Vilaverdense. Esta equipa, que se encontra abaixo da linha de água não facilitou nada e ainda causou alguns “calafrios” aos adeptos trofenses, nalguns lances em que a pontaria falhava ou o guarda-redes Vítor não permitia que o esférico ultrapassasse a linha de golo.
O jogo começou com duas boas oportunidades para as duas equipas, ambas na sequência de bola parada.
O Trofense sentia algumas dificuldades a transição defesa-ataque, devido às marcações individuais, que os jogadores de Vila Verde exerciam sobre os atacantes do Trofense. Por seu lado as perdas de bola do meio campo dos jogadores trofenses proporcionaram ao adversário grandes oportunidades para utilizarem os contra-ataques rápidos, mas estes eram inofensivos.
Na segunda metade da partida, o Trofense continuava apático e o Vilaverdense utilizava todas as suas “armas” para conseguir surpreender. Numa das tentativas, Duarte surgiu isolado frente a Vítor, mas a falta de frieza e maturidade foram determinantes para a falta de eficácia do jogador. Se algumas vezes a falta de determinação não permitia os forasteiros chegarem à vantagem, noutras era Vítor que renunciava a entrada do esférico na sua baliza, como aconteceu ao minuto sessenta e oito, que a partir de uma bola parada e numa grande estirada consegue empurrar a bola para fora da trajectória da baliza. A equipa forasteira não aproveitou, mas o Trofense numa das poucas oportunidades para marcar, não falhou e Reguila conseguiu mesmo concretizar o que parecia difícil neste jogo: marcar. Pelo flanco direito do ataque, Américo numa jogada rápida assiste o melhor marcador do clube, que à meia volta não dá hipóteses para Filipe defender. Até ao final da partida o Trofense apenas geriu o resultado que lhe dava os três pontos e o Vilaverdense, mesmo refrescado com Kappa e Jaco, não conseguiu criar mais perigo ao líder.
No final da partida Daniel Ramos não prestou declarações aos jornalistas, antes pelo contrário deu “luz verde” para Vítor Hugo dar a sua opinião sobre o jogo desta jornada. Sob o ponto de vista do atacante “jogar contra equipas do fundo da tabela é sempre difícil, já que cada ponto conquistado é sempre bom, ainda para mais se for contra o líder. Encontramos dificuldades, mas ganhamos com toda a justiça”. “Pensar no próximo jogo” é o grande objectivo do grupo de trabalho, que agora só pensa em manter a distância que o separa do União da Madeira e alcançar, talvez um lugar no play-off para a subida de divisão.
A jornada vinte e quatro desta divisão foi, maioritariamente, preenchida por empates. O Ribeirão e o Valdevez não modificaram o marcador, no Passal, assim como o Famalicão frente ao Portosantense, próximo adversário do Trofense. Freamunde e Lixa empataram a uma bola e os Sandinenses não foram além de um empate com o Fafe, a duas bolas. O União não desiste da perseguição ao líder e bateu o último classificado, Torcatense com três tentos sem resposta.
Na próxima jornada o Trofense viaja até à Madeira para defrontar a equipa de Porto Santo, com o objectivo de não permitir mais aproximações do actual e persistente segundo classificado.

Jogo: Estádio do Clube Desportivo Trofense
C.D. Trofense: Vítor; Vítor Bruno (Paulinho 60’), Alex, Michel, Marcos, Costa, Américo, Major, Kika (Xico 45’); Reguila e Vítor Hugo (Mateus 67’).
Treinador: Daniel Ramos.
Vilaverdense: Filipe; Gomes, Afonso, Gula, Carrufas, Ricardo Martins, Paulinho Lopes, Giane, Paulinho Cepa (Luís 35’e Kappa 78’), Duarte (Jaco 78’) e Armando.
Treinador: Nelito.
Cartões Amarelos: Mateus, Reguila, Marcos, Major e Vítor do Trofense; Filipe, Ricardo Martins, Carrufas, Luís, Giane e Gomes
Árbitro: André Gralha, auxiliado por Tiago Nunes e João Bento
Marcadores: Reguila (72’)
Resultado ao intervalo: 0-0
Resultado final: 1-0

Classificação da 2ª Divisão, Série A

01º – Trofense – 44 pontos
02º – União da Madeira – 42 pontos
03º – Portosantense – 34 pontos
04º – Ribeirão – 31 pontos
05º – Famalicão – 30 pontos
06º – Fafe – 30 pontos
07º – Lixa – 28 pontos
08º – Camacha – 27 pontos
09º – Freamunde – 27 pontos
10º – Os Sandinenses – 26 pontos
11º – Braga B – 23 pontos
12º – Valdevez – 21 pontos
13º – Vilaverdense – 18 pontos
14º – Torcatense – 12 pontos