Já com novo treinador, o S.Romão bateu-se no passado domingo com o quarto classificado, o Vilar Pinheiro, numa partida relativamente equilibrada, mas que a equipa da casa acabou por perder por 1-3. Eduardo Fernandes, novo técnico romanense, mostrou-se confiante numa possível vitória frente ao Ramaldense, na próxima jornada.

Com o mau tempo como pano de fundo, a 10ª jornada da II Divisão Distrital da A.F.Porto, Série 1, trouxe a equipa do Vilar Pinheiro até à casa do Futebol Clube de S.Romão, para mais um jogo.

A entrada das duas formações teve uma prestação muito equitativa, sem se notar a supremacia da equipa que se encontra mais próxima do pódio.

O Vilar Pinheiro foi o primeiro a chegar ao golo, aos dez minutos do encontro, pela marcação de grande penalidade pelo capitão Soares, após toque da bola com a mão de Folgosa.

A caminho dos quarenta minutos, uma finalização eficaz de Filipe colocou o esférico dentro das redes de André, igualando assim o resultado no marcador.

O visitante quis entrar no intervalo com um resultado mais seguro e assim mobilizou o seu ataque em direcção à baliza de Hugo, acabando por chegar ao 1-2 aos quarenta e dois minutos, por Nelsinho.

Depois do intervalo o Vilar do Pinheiro trabalhou para manter a sua vantagem de golos e o S.Romão ía tentando avançar no terreno, mas sem sucesso.

Aos trinta e cinco minutos o visitante esteve perto de mais um golo, mas apenas conseguiu enviar a bola ao poste do S.Romão.

O 1-3 acabou por surgir aos oitenta e cinco minutos, por Terroso e passados alguns minutos deu-se por terminada a partida, marcando mais uma derrota para a formação romanense.

O treinador forasteiro, Eduardo Silva, referiu ao NT ter sido “um jogo difícil, também pelas dimensões do campo. Conheço esta divisão há muitos anos e o S.Romão em casa sempre foi uma equipa difícil de bater. Foi um jogo com muita luta, onde marcamos cedo, mas o S.Romão respondeu e voltamos a buscar o desempate e assim acabamos por vencer”.

Eduardo Fernandes, o novo técnico que comanda o S.Romão, revelou que “o Vilar Pinheiro reúne uma equipa muito organizada e souberam gerir o jogo, mas nós mostramos muita atitude e trabalho, que se viu esta semana nos treinos”.

O treinador considera que “não há lacunas nesta equipa, se tivermos em conta que não são profissionais e que vem para os treinos depois de uma dia de trabalho, já cansados, mas com um sorriso nos lábios, mas o que há é sim um plantel curto, com apenas catorze jogadores”.

“Apesar de tudo foi um resultado justo e percebo perfeitamente que o Vilar Pinheiro tem uma equipa mais organizada, com mais trabalho, e daí se perceber este resultado. E agora temos é que trabalhar para ter sucesso”, finalizou.

Na 11ª jornada, o terreno de Ramalde irá testemunhar um jogo entre duas formações do final da tabela, o S.Romão e o Ramaldense, para o qual Eduardo Fernandes mostrou-se já confiante numa vitória.

Resultados da Jornada

Lusitânos 2 – 1 Ramaldense

S.Romão 1 – 3 Vilar Pinheiro

Águas Santas 0 – 2 Paradela

Pasteleira 4 – 2 Sporting Cruz

Foz 1 – 3 Pedroso

Rio Tinto 4 – 0 Salgueiros 08

Vila Chã 1 – 1 Atlético de Vilar

 

Classificação

Pontos

Pedroso 24

Rio Tinto 21

Salgueiros 08 21

Vilar Pinheiro 20

Paradela 18

Atlético de Vilar 18

Vila Chã 16

Foz 11

Sporting Cruz 10

Águas Santas 10

Pasteleira 8

Lusitânos 6

Inter Milheirós 5

Ramaldense 4

S.Romão 3

Próxima Jornada

(7/12/2008)

Inter Milheirós – Lusitânos

Ramaldense – S.Romão

Vilar Pinheiro – Águas Santas

Paradela – Pasteleira

Sporting Cruz – Foz

Pedroso – Rio Tinto

Salgueiros 08 – Vila Chã

Folga: Atlético de Vilar