O Natal chegou mais cedo para o Trofense. Pinheiro acabado de entrar no jogo e na primeira vez que tocou no esferico fez o um zero para os da casa aos 62 minutos. Depois foi a vez de Valdomiro de cabeça estabelecer o resultado final.

Primeira parte com o Trofense a pressionar mais e a chegar ao golo por intermédio de Miguel Angelo mas o árbitro, por indicaçao do auxiliar anulou por alegado fora de jogo aos dez minutos.

Aos 37 minutos Hélder Barbosa remata ao lado do poste da baliza do Rio Ave.

Melhor oportunidade de golo foi para a equipa do Rio Ave em cima do minuto 45 com o golo travado por Miguel Ângelo que mais uma vez livrou o Trofense de ir para intervalo a perder

Na segunda parte o jogo foi um pouco confuso com a equipa da casa a tentar chegar ao golo. Foi por intermédio de Pinheiro que a equipa da casa marcou. Na sequência de um cruzamento de Helder Barbosa na esquerda para Milton do Ó, que passa para Edu Souza. Este frente à baliza falha escandalosamente possibilitando uma defesa incompleta de Paiva, a bola sobra para remate de Pinheiro para o fundo das redes.

O Trofense continuou a procurar o golo e foi o central Valdomiro na sequência de um canto de Pinheiro a marcar o segundo golo para o Trofense aos 83 minutos.é ao final os jogadores vilacondenses não foram capazes de criar perigo para a baliza de Paulo Lopes, à excepção de uma bola na trave da baliza de Paulo Lopes.

Os Treinadores:

O treinador do Trofense estava visivelmente satisfeito no final da partida, depois de assegurar a primeira vitória em casa da sua equipa:

«Foi uma vitória merecida. Não pelos adeptos, mas por todo o grupo de trabalho. Tínhamos alguma ansiedade nos jogos em casa até agora e isso notou-se. A partida de hoje muitas vezes não foi bem jogada, mas tenho de salientar a atitude e o desempenho desta equipa. Fomos suficientemente inteligentes pata ter aproveitado alguma desorganização do Rio Ave. Também fomos felizes nas substituições e soubemos manter a segurança até ao final do jogo».

Sobre a ausência de Hugo Leal: «A estratégia que montámos ao longo da semana tinha em conta que ele fosse titular. No entanto, no último treino, o jogador mostrou-se indisponível fisicamente. A ausência acabou por nos fazer felizes, pois permitiu que o Hélder Barbosa jogasse numa posição mais interior e o Mércio também teve uma boa prestação».

Já o técnico do Rio Ave, João Eusébio, preferiu destacar o espírito e a sorte da equipa adversária:

«Nos primeiros 45 minutos, o Rio Ave fez mais, teve duas ou três oportunidades de golo. Na segunda parte, o Trofense deixou o Rio Ave jogar e tivemos o controlo do jogo, mas permitimos situações de perigo. Mais uma vez sofremos num lance de bola parada, mais uma vez sofremos quando estávamos à procura do golo e mais uma vez tivemos duas bolas na barra. Quero dar os parabéns ao Trofense, porque o espírito da equipa fez a diferença, mas também teve a sorte do seu lado».

Sobre os objectivos do Rio Ave: «O nosso objectivo é só a manutenção. O Rio Ave vai andar ali [nos últimos lugares] até ao fim. A caminhada é longa e hoje foi um retrocesso, mas às vezes é preciso dar um passo atrás para dar dois à frente».

As Equipas:

– Trofense: Paulo Lopes, Paulinho, Miguel Ângelo, Valdomiro, Tiago Pinto, Mércio, Milton do Ó, Delfim (Pinheiro, 62), Hélder Barbosa (Areias, 90), Edu Souza e Lipatin (David Caiado, 78).

(Suplentes: Marco, Areias, Reguila, Pinheiro, Rui Borges, Zamorano e David Caiado).

– Rio Ave: Paiva, Miguel Lopes, Bruno Mendes, Gaspar, Rogério Matias, André Vilas Boas (Chidi, 66), Evandro (André Carvalhas, 85), Livramento, Delson, Henrique (Semedo, 71) e Ronaldo.

(Suplentes: César, Niquinha, Semedo, André Carvalhas, Jorge Humberto, Chidi e Tarantini).

Árbitro: Rui Costa (Porto).

Acção disciplinar: cartão amarelo a Delson (16), Tiago Pinto (51), Evandro (52), Lipatin (56), Paulinho (67), Semedo (77), Miguel Lopes (82) e Pinheiro (83).

Assistência: cerca de 1.000 espectadores.

CLASSIFICAÇÃO

TotalCasaFora
Pos.Equipas PJVEDGDIFVEDGVEDG
1Leixões231072116 – 1062217 – 65009 – 4
2Benfica21963016 – 883106 – 232010 – 6
3Marítimo181053213 – 582217 – 43116 – 1
4Nacional17952213 – 943115 – 32118 – 6
5Sporting1695139 – 632026 – 43113 – 2
6FC Porto14842211 – 653018 – 31213 – 3
7Sp. Braga13934210 – 552117 – 21313 – 3
8Naval121033411 – 1103116 – 30235 – 8
9E. Amadora1193245 – 10-52203 – 11042 – 9
10V. Guimarães1092437 – 9-20322 – 52115 – 4
11V. Setúbal1093155 – 8-33024 – 40131 – 4
12Académica992344 – 8-42214 – 40130 – 4
13P. Ferreira91023511 – 16-52126 – 70235 – 9
14Trofense7102178 – 15-71134 – 71044 – 8
15Belenenses7101456 – 14-81224 – 60232 – 8
16Rio Ave7101456 – 11-51225 – 60231 – 5