Jovens de S. Mamede do Coronado organizaram uma via-sacra, que percorreu alguns lugares da freguesia.

Da igreja matriz, percorrendo os lugares de Vila, Outeiro, Casal, Louredo e terminando no Largo da Imaculada Conceição, em Mendões. Foi este o trajeto da via-sacra que alguns jovens da paróquia de S. Mamede do Coronado organizaram, cumprindo uma tradição que já tem vários anos e que visava abrir a Semana Santa.

O pároco Manuel Domingues participou nesta celebração, que foi preparada tendo em conta cenas bíblicas que evocam os 14 passos da Paixão de Cristo, e que, afirmou, ajuda a “refletir e a encarnar cada momento, cada passo da vida de Jesus até ao calvário, onde aconteceu a morte e a ressurreição”. “Todos estamos inseridos dentro do espírito quaresmal, de preparação para a Páscoa. Essa caminhada teve início na Quarta- feira de Cinzas, em que fomos convidados a prepararmo-nos a receber com alegria e amor o grande mistério da morte e ressurreição de Jesus, num tempo que é de salvação e de reconciliação com Deus. Temos de aproveitar todos os momentos que o Senhor nos concede para sermos capazes de dizer cada vez mais ‘não’ às coisas do mundo, às coisas terrenas e abrir o nosso coração às coisas de Deus e para Deus”, referiu. 

Manuel Domingues relembrou que, ao longo da Quaresma, registaram-se várias celebrações além da via-sacra, como a procissão do Senhor dos Passos, e a eucaristia no Domingo de Ramos, celebrada na praceta 25 de Abril, e a Vigília Pascal, “com a proclamação da palavra do Senhor, a bênção da água e a renovação das promessas batismais”. Também em S. Romão do Coronado se organizou uma via-sacra. 

Cátia Veloso

A. Costa

{fcomment}